Limites de ruido

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1663 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo: Este trabalho tem como objetivo apresentar os principais problemas causados pela
Poluição sonora, a forma de poluição que atinge o maior número de pessoas no mundo. Com
A revolução industrial, a produção se tornou prioridade, mas o homem nunca mais conseguiu
Ter a mesma qualidade ambiental de antes. Com o desenvolvimento tecnológico no século
XX, o aparecimento do automóvel e odesenvolvimento da aviação militar, houve um
Incremento do ruído na zona urbana. A partir dos anos 50, houve um crescimento
Descontrolado da industrialização, com o automatismo e o acúmulo de máquinas
Contribuindo aceleradamente para o ruído nos grandes centros. Algumas pesquisas indicam
Que o ruído ambiental duplica a cada 10 anos. Numa visão mais ampla, o silêncio não deve
Ser encaradoapenas como um fator determinante do conforto ambiental, e sim como um
Direito do cidadão. Numa segunda parte, o trabalho apresenta métodos de avaliação do
Conforto acústico: formas de medição do ruído e formas de análise, comparando os valores
Encontrados com a legislação federal (leis e resoluções da Conata e normas brasileiras),
Estaduais (normas da CETESB) e municipais.Palavras-chave: Ruído; Poluição Sonora; Ambiente Urbano; Conforto Acústico.
1. Introdução
Os altos níveis de ruído urbano têm se transformado, nas últimas décadas, em uma das
Formas de poluição que mais tem preocupado os urbanistas e arquitetos. Os valores
Registrados acusam níveis de desconforto tão altos que a poluição sonora urbana passou a ser
Considerada como a forma de poluição que atinge omaior número de pessoas (Figura 1).
Assim, desde o congresso mundial sobre poluição sonora em 1989, na Suécia, o assunto
Passou a ser considerado como questão se saúde pública. Entretanto, a preocupação com os
Nível de ruído ambiental já existia desde 1981, pois, no Congresso Mundial de Acústica, na
Austrália, as cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro passaram a ser consideradas as deMaiores níveis de ruído do mundo. Nas cidades médias brasileiras, onde a qualidade de vida
Ainda é preservada, o ruído já tem apresentado níveis preocupantes, fazendo com que várias
delas possuam leis que disciplinem a emissão de sons urbanos (FERNANDES, 1990; FERNANDES, 2001).


A Organização Mundial da Saúde indica como limite de conforto para exposição
diária (média durante as24 horas do dia) um nível LDN= 55 dB(A); indica também um nível
LDN= 65 dB(A) como um valor de perturbação e de desconforto (BERGLUND;
(LINDVALL, 1990). A Figura 2 mostra a porcentagem da população de alguns países do
Mundo que está exposta a níveis acima dos recomendados (BERGLUND; LINDVALL,
(1995).
Numa visão mais ampla, o silêncio não deve ser encarado apenas como um fatorDeterminante no conforto ambiental, mas deve ser visto como um direito do cidadão. O bem estar da população não deve tratado apenas com projetos de isolamento acústico tecnicamente
Perfeitos, mas, além disso, exige uma visão crítica de todo o ambiente que vai receber a nova
Edificação. É necessária uma discussão de forma urbanística (FERNANDES, 2003).
Outro conceito importante a ser discutido serefere às comunidades já assentadas
Ameaçadas pela poluição sonora de novas obras públicas. A transformação de uma tranqüila
rua em avenida, a construção de um aeroporto ou de uma auto-estrada, ou uma via elevada,
Podem elevar o ruído a níveis insuportáveis.
FIGURA 2 – Porcentagem da população exposta a níveis médios de ruído (LTN)
Fonte: Berglund e Lindvall (1995).
2. Avaliação do Ruídoambiental
Atualmente, o método mais usado em todo o mundo para a análise do ruído em um
Local, é a análise através das curvas NC (Noise Criterion). Essas curvas foram desenvolvidas
Pelo grande pesquisador em acústica Leo Beranek, a partir da década de 50 sendo amplamente
Usadas em projetos acústicos. Trata se de curvas, estabelecidas num plano cartesiano
(freqüência X nível de ruído),...
tracking img