Leitura escrita e poder

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2712 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
LEITURA ESCRITA E PODER

Nilta Moreira Braga Nunes
niltanunes@hotmail.com
Universidade Federal de Rondônia – UNIR
Neusa dos Santos Tezzari
tezzari@uol.com.br
Universidade Federal de Rondônia – UNIR


RESUMO


Este artigo se propõe a fazer uma breve descrição dos aspectos explícitos ou não de poder e interdição, que envolve os processos de leitura e escrita, uma pesquisabibliográfica, sobre o surgimento da escrita, a relação de poder e interdição da leitura praticada pelo estado, a escola, a mídia, os registros de leitura no Brasil colônia e interdições praticadas aos escravos e considerações finais, não pretendemos realizar um trabalho exaustivo, mas abordar a questão da interdição e poder a partir dos referenciais teóricos como Manguel, Tezzari, Abreu, Darnton, Sabinson,Kleiman, Gnerre, Sarita, Olgária estudados na disciplina do mestrado em Psicologia MAPSI turma 2011: A compreensão do fenômeno da leitura nas suas interfaces, ministrada pela Dra. Neusa Tezzari.

PALAVRAS-CHAVE: Poder. Leitura. Escrita. Interdições.


ABSTRACT


KEY WORDS:


INTRODUÇÃO


Este artigo se propõe a fazer uma breve descrição dos aspectos explícitos ou não de poder einterdição, que envolve os processos de leitura e escrita, uma pesquisa bibliográfica, sobre o surgimento da escrita, a relação de poder e interdição da leitura praticada pelo estado, a escola, a mídia, os registros de leitura no Brasil colônia e interdições praticadas aos escravos e considerações finais.
Assim escrita tida hoje, como uma bem social necessária para o desenvolvimento tecnológico,cultural, na qual as pessoas instruídas não-se vêem sem ela, surgiu segundo Manguel (1997), por volta do quarto milênio a.C., retrata a mudança de clima que movimentou as comunidades agrícolas do Sul da Mesopotâmia, abandonando suas aldeias a reagrupando nos grandes centros urbanos que logo tornaram cidades estadas cada vez mais complexas, com leis e regras de comércio, essas comunidades desenvolverama arte da escrita, mudando para sempre a natureza da comunicação entre seres humanos, tudo leva a crer que a escrita foi inventada por motivos comerciais, motivos esses que traz uma relação de poder, poder de conhecimento, poder de troca, poder de ganhos e de interdições.
E com essa força impulsionadora, necessária para essa nova organização social, que a escrita tem se perpetuado e rompe com abarreira de tempo e espaço, aprimorando se como um bem social e cultural necessário a todos, e capaz de promover ou não os usuários desse bem social, disseminando conceitos, historias, costumes e regras. É nesse sentido que vamos descrever brevemente as situações de relação com poder e interdição da leitura, a partir de diferentes referenciais teóricos como, Manguel, Tezzari, Abreu, Darnton,Sabinson, Kleiman, Gnerre, Olgária, Sarita moysés, estudados na disciplina do mestrado em Psicologia MAPSI turma 2011: A compreensão do fenômeno da leitura nas suas interfaces, ministrada pela Dra. Neusa Tezzari.


1 AS FORMAS DE PODER


A escrita e leitura percorrem um longo caminho sempre relacionado, com o poder, ela passa pelos fatores políticos, econômicos, representam idéias pensamentos,não são produtos neutros, mas sim resultado de poder e dominação; dos que detêm conhecimento sobre os que ainda não dominam esse bem cultural da humanidade.
Muitas das vezes pensamos que a escrita tem por finalidade difundir as idéias (principalmente a escrita impressa), no entanto em muitos casos ela funciona com o objetivo inverso, qual seja ocultar para garantir o poder àqueles que a ela temacesso, é o caso do caráter hermético de algumas religiões, seus segredos e poderes estão relacionados com o maior ou menor controle sobre seus textos escritos, um exemplo é o catolicismo que viu o avanço das religiões alternativas, resolveu popularizar-se e a primeira providencia foi traduzir os textos sagrados, protegidos, que antes poucos tinham acesso, pois eram escritos em latim, traduziram...
tracking img