Leishmaniose

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1309 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
REFERÊNCIA: JUNIOR, João Batista Risi; NOUQUEIRA, Roberto Pessoas. As Condições de Saúde no Brasil.
IN: Finkelman, Jacobo, org. caminhos da Saúde no Brasil. Rio de Janeiro. Fiocruz, 2002.
RESUMO:
O capítulo mostra uma análise da evolução da mortalidade permitindo acompanhar as mudanças no perfil epidemiológico de uma população por meio dos aspectos da sua estrutura, dos níveis e da suatendência.
CITAÇÃO: “As melhorias das condições sanitárias, entendida então como dependente basicamente do controle das endemias e do saneamento dos portos por meio urbano”. (p.119)
RESUMO: O capitulo mostra que a taxa de fecundidade e natalidade está relacionada ao processo de urbanização, que gera transformações de ordens socioeconômica e cultural na população, sendo assim decorrente donível de compreensão de cada individuo.
CITAÇÃO: “De um lado, aumentaram as demandas por serviços públicos (educação, saneamento básico, serviço de saúde (etc.), insuficientes para atender ao contingente populacional que ocorre constantemente ás grandes cidades. De outro lado, alterou-se a dinâmica demográfica, sobre tudo no tocante ao comportamento reprodutivo, impondo a redefinição depoliticas publicas nas áreas da saúde, educação, mercado de trabalho, e previdência social”. (p.132).
RESUMO: O capitulo mostra que a expectativa de vida dos brasileiros vem aumentando gradativamente, infelizmente, não significa ter uma ótima qualidade de vida, pois a falta de políticas públicas para a terceira idade em todas as esferas é mínima.
CITAÇÃO: “De certa forma, essas diferenças refletiam aprioridade de investimentos econômicos orientados para essas ultimas regiões, que também se beneficiaram de iniciativas nos sistemas de saúde pública, previdência social, infraestrutura urbana”. (p.134)
RESUMO: O capitulo revela os dados de mortalidade infantil no Brasil sabendo-se que ainda está em um patamar distante dos países desenvolvidos, mas que muito já foi feito para inibir essesacontecimentos.
CITAÇÃO: “O ritmo de redução da mortalidade infantil é desacelerado, chegando inclusive a observar aumento das taxas nas regiões sudeste e sul. Essas regiões, conforme indicado anteriormente, sofrem mais intensamente os efeitos econômicos e institucionais da crise estrutural que ocorreu no período”. (p.136)
RESUMO: O capítulo revela que o Brasil melhorou o alcance da prestação dosserviços de coleta e de tratamento de esgoto, mas é importante ressaltar que há ambientes escassos, que necessitam de infraestrutura, por tanto a muitas coisas a ser executadas com relação ao saneamento.
CITAÇÂO: “A permanência de um grande passivo na área de saneamento ambiental no Brasil esta agir medidas ousadas e urgente visando á universalização da oferta de sistema á população, com a qualidade deacesso e sem descuidar da recuperação, manutenção e operação desses sistemas”. (p.145)
RESUMO: O capítulo revela os fatores da vigilância em saúde ambiental visando o conhecimento e detecção ou prevenção de qualquer mudança nos fatores determinantes e condicionantes do meio ambiente que interferem na saúde humana. Tendo como finalidade criar medidas de promoção da saúde ambiental e prevenir econtrolar os fatores de riscos à saúde.
CITAÇÂO: “Embora diversos aspectos da dinâmica e das relações entre o meio ambiente e a saúde humana tem sido incorporados ao arcabouço legal do setor, ainda esta por ser definido um projeto estratégico para a área de saúde ambiental no Brasil que expresse ações do governo e da sociedade dando conta da complexidade e de fatores sociais e econômicos envolvido nacausalidade das condições de risco para a saúde da população”. (p.145)
RESUMO: O capítulo revela a consequências de uma alimentação inadequada e até mesmo a falta de alimentos. A falta de comida ainda é uma realidade para muitas famílias no Brasil, esses caos vivenciados por essas famílias contribuem para as proliferações de doenças, infecções e até óbitos dos indivíduos.
CITAÇÂO: “Em 1999,...
tracking img