Le goff e ginzburg, uma perspectiva metodológica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (876 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
GINZBURG, Carlo. O queijo e os vermes. 10ª reimpressão. São Paulo: Companhia das Letras, 1998, p. 15 a 34.

LE GOFF, Jacques. Documento/monumento. In: ___. História e memória. Campinas: Editora daUnicamp, 1992, p. 535 a 549.

Le Goff em seu História e Memória faz inúmeras análises acerca da História e seu(s) objeto(s) de análises. Neste sentido aponta dois tipos de materiais: osdocumentos e os monumentos. O primeiro é de escolha do historiador e o segundo, é a herança do passado. Ao historiador cabe o papel de “ler” os documentos sem idéias preconcebidas, retirando deles tudo queneles contêm, sem no entanto, lhes acrescentar nada. Lefebvre afirmava igualmente: "Não há notícia histórica sem documentos"; e precisava: "Pois se dos fatos históricos não foram registradosdocumentos, ou gravados ou escritos, aqueles fatos perderam-se [1971, p. 17]. Em princípio, o documento era somente o texto. Fustel sentindo o limite desta afirmação declarara que
"Onde faltam os monumentosescritos, deve a história demandar às línguas mortas os seus segredos... Deve escutar as fábulas, os mitos, os sonhos da imaginação... Onde o homem passou, onde deixou qualquer marca da sua vida e dasua inteligência, aí está a história" [ed. 1901, p. 245].

Para Le Goff, o historiador deve servir-se de tudo aquilo que demonstra e comprova os sinais de presença de atividades humanas, sendouma função do trabalho do historiador fazer falar as coisas mudas, retirando informações acerca dos homens e das sociedades que as produziram, pois para cada problema histórico não há necessariamenteum tipo de documento especializado para fornecer-lhe respostas. Documento no sentido mais amplo _ podendo ser escrito, ilustrado, transmitido por som, por imagem...

"A história faz-se com documentosescritos, sem dúvida. Quando estes existem. Mas pode fazer-se, deve fazer-se sem documentos escritos, quando não existem. Com tudo o que a habilidade do historiador lhe permite utilizar para...
tracking img