Laudo psicologico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (654 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A hipótese dopaminérgica
A primeira hipótese a aparecer não meio cientifico, foi a teoria dopaminérgica baseada na observação de que certas drogas tinham habilidade em estimular a neurotransmissãoda dopamina (DA). Ela se apóia em várias evidencias entre elas que a utilização de droga psicoestimulante anfetamínicas, quando administrada em doses altas e repetidas, causa uma psicose tóxica comcaracterísticas muito semelhantes às da esquizofrenia paranóide em fase ativa. A semelhança é tão grande, que pode levar a erros diagnósticos, caso o psiquiatra ignore que o paciente tenha ingeridoanfetamina. Sabe-se que essa droga atua nos terminais dopaminérgicos aumentando a liberação de DA. Outra idéia enfatizada pela teoria refere-se a utilização dos antipsicóticos como bloqueador dosreceptores dopaminérgicos.
Existem cinco receptores de dopamina que vão do D1 ao D5, todos estão acoplados a proteína G, sendo que o D1 e o D5 ativam adenilato ciclose, enquanto o D2., D3 e D4 inibem oadenilato ciclose.
Segundo estudos existem 4 vias dopaminérgicas, explicadas neuroanatomicamente e que seriam as causas dos efeitos colaterais dos antipsicóticos, são elas:
1 - Via dopaminérgicamesolímbicas: situada na área tegmental ventral do mesencéfalo para o núcleo acumben, parte do sistema límbico do cérebro que se acredita estar envolvida em muitos comportamentos, tais como sensaçõesprazerosas, a poderosa euforia das drogas de abuso, assim como os delírios e alucinações da psicose.
2- via dopaminérgica nigostriada: projeta-se da substancia negra para os gânglios basais,; acredita-seque ela controle os movimentos;
3- Via dopaminérgica mesocortical: está relacionada à via mesolímbica e também se projeta a partir da área tegmental ventral do mesencéfalo, mas envia seus axônios parao córtex límbico, onde pode desempenhar papel na mediação de sintomas positivos e negativos ou de efeitos colaterais cognitivos dos neurolépticos;
4- Via dopaminérgica tuberoinfundibular: é a...
tracking img