Laminagem

A laminagem é um dos Processos de alteração de forma por deformação em massa, para além do Forjamento e da Extrusão.


O processo de Laminagem (a quente)
É o processo de conformação mecânica que consiste em forçar o material a passar entre dois cilindros, rodando em sentido oposto, com a mesma velocidade superficial, distanciados entre si de uma distância menor que o valor da espessura domaterial a ser deformado, isto é, modifica a secção transversal de um metal na forma de barra, lingote, placa, fio, …, a espessura é reduzida, e o comprimento e a largura são aumentados. A laminagem divide-se em 2 grandes ramos:
Laminação de produtos planos
Laminação de produtos não planos.

Processo de laminagem
As principais variáveis do processo de laminagem são:
Etapas delaminação.
Temperatura de trabalho.
Tipos de laminadores.

Laminagem
A laminação é um processo de conformação onde o metal é obrigado a passar entre dois cilindros, girando em sentidos opostos, com a mesma velocidade tangencial e distanciados entre si num valor menor que a espessura do material, a ser deformado. Ao passar entre os cilindros, o metal sofre uma deformação plástica, aespessura é reduzida e o comprimento e a largura são aumentados
Laminação de produtos planos
O objectivo é produzir chapas de determinada espessura a partir de chapas mais grossas, ou de blocos ou lingotes. A redução é progressiva, em vários passes e sempre num mesmo plano, cada passe reduzindo a espessura num certo percentual. Os esforços chegam a milhares de toneladas devido às grandes áreasenvolvidas. Os cilindros de trabalho, que entram em contacto com o material, são suportados por cilindros de encosto, de maior diâmetro o que evita que aqueles se quebrem. De todo o modo, a deformação elástica resulta em uma deflexão maior no meio do que nas extremidades dos cilindros. Para evitar que as chapas tenham espessuras diferentes ao longo da largura, os diâmetros dos cilindros de trabalhosão maiores no meio do que nas extremidades.

Laminação de produtos não planos
O objectivo é produzir barras (redondas, quadradas, achatadas) ou perfis (cantoneiras, vigas U e I, trilhos, dormentes metálicos, etc.). Para isso é necessário que a deformação seja muitas vezes alternada entre 2 planos, de modo que a largura e espessura sejam reduzidas. Ao contrário dos cilindros usados parachapas, aqui eles recebem canais maquinados, por onde passam as barras e perfis, que são assim obrigados gradualmente, passo a passo, a mudar da secção inicial (por exemplo: quadrada) até o perfil final.

Etapas de Laminação
Desbaste inicial dos lingotes em blocos, tarugos ou placas (realizada normalmente por laminação a quente – laminador duo reversível, laminador universal).
Nova etapa delaminação a quente para transformar o produto em chapas grossas, tiras a quente, vergalhões, barras, tubos, trilhos ou perfis estruturais.
Laminação a frio produz tiras a frio.



Temperatura de trabalho
A laminagem tal como outros processos de conformação, pode ser efectuada a quente ou a frio, dependendo das características do material a conformar.


Exemplos de laminagem aquente e a frio
Quente
Facilidade de conformação dos materiais mais densos.
Possibilidade de produção de maiores peças.
A laminagem de chapa plana a quente, permite fabricar chapas com espessuras variáveis na gama compreendida entre O.8 a 6 mm, e com larguras inferiores a 2300 mm. Os lingotes de partida podem pesar até 30 Toneladas.
O material é aquecido a uma temperaturaelevada (no caso de aços a temperatura inicia entre 1100 a 1300 ºC e termina entre 700 a 900 ºC, porém no caso de não-ferrosos estas temperaturas normalmente são bem mais baixas.
Frio
Excelente acabamento superficial.
Boas propriedades mecânicas.
Controle dimensional do produto final bastante rigoroso.
O encruamento resultante da redução a frio pode ser aproveitado para dar maior...
tracking img