Kid foi a roma e voltou com 12345

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1112 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Este artigo ira descrever os tipos de sistemas de arquivos presentes no sistema operacional Android, bem como suas características, e uma descrição de seus respectivos sistemas de leitura e gravação, serão citados o Ext2, Ext3, Ext4, YAFFS, FAT32 e o NTFS, e a partir de uma breve descrição destes sistemas de arquivos, poderão então ter uma compreensão melhor de como funciona umsistema de arquivos.

Ext2

É um sistema de arquivos para dispositivos de blocos (disco rígido, disquete, pen drive). O bloco, que consiste num conjunto de setores (cada setor tem 512 bytes), é a menor unidade de alocação para o Ext2. O tamanho pode ser de 1024, 2048 ou 4096 bytes e é definido na formatação.
O tamanho máximo de um volume Ext2 é de 8 TiB. Embora o superblococontenha um campo de 32 bits que determina o número de blocos o que permitiria armazenar até 16 TiB, o tamanho é limitado pelo número de grupos de bloco, que é de 65 536 ,pois o campo ocupa dois bytes (16 bits). Assim, caso o volume seja formatado usando blocos de 4 KiB, cada grupo de blocos tem até 32 768 blocos; com 65 536 blocos obtém-se o limite indicado (4 KiB * 32 768 * 65 536 = 8 589 934 592KiB = 8 TiB).
Quando é realizada uma operação de escrita em um arquivo, o Ext2 tenta, sempre que possível, alocar blocos de dados no mesmo grupo que contém o nó-i. Esse comportamento reduz o movimento da(s) cabeça(s) de leitura-gravação da unidade de disco.
Ext3
É um sistema de arquivos que acrescenta alguns recursos ao Ext2, dos quais o mais visível é o journaling, cuja finalidade érecuperar o sistema em caso de desligamento não programado.
A estrutura da partição ext3 é semelhante à da ext2, pelo que a migração de um formato para o outro é simples. A adição do journaling é feita em um arquivo chamado.journal que fica oculto pelo código ext3 na partição (desta forma ele não poderá ser apagado, o que comprometeria o funcionamento do sistema). A estrutura idêntica dapartição ext3 com a ext2 torna mais fácil a manutenção do sistema, já que todas as ferramentas para recuperação ext2 funcionarão sem problemas, sendo mesmo possível montar uma partição ext3 como se fosse ext2.
Como o ext3 visa uma grande compatibilidade com o ext2, muitas das estruturas on-disk são similares àquelas da ext2. Por causa disso, o ext3 não difere muito das funções do ext2. Algumasde suas desvantagens são as falhas de sistema, baixa velocidade e bugs.

Ext4
Foi desenvolvido para substituir o sistema de arquivos Ext3, onde suas novidades, basicamente trata-se de novas funcionalidades bem como a alocação tardia , também conhecida como a atribuição de atraso, fazia uma melhora no desempenho e reduzia a fragmentação , melhorando a alocação de blocos decisões com base notamanho do arquivo; verificação de integridade do journal (journal checksums); suporte para tamanhos maiores de volumes e arquivos - pode suportar volumes com tamanho até 1 exabyte e arquivos com tamanho até 16 terabytes; mais extenções são introduzidas,compatibilidade com versóes anteriores(Ext2, Ext3), pré alocação, mais rapido sistema de arquivo de verificação,alocador multibloco, melhortimestamps. Deixa de existir um limite de sub-directorios no ext4.
FAT32
A tabela de alocação de arquivos (FAT) é uma estrutura de dados que o Windows cria após a formatação física de uma unidade. Esta tabela guarda informações sobre a localização de cada arquivo dentro da unidade física para que elas possam ser salvas, recuperadas, alteradas ou deletadas posteriormente. Elas são armazenadas em blocosdispostos em diferentes posições do disco, justificando a necessidade de uma tabela que aponte para cada um destes blocos. Em resumo, para todo o tipo de acesso a dados em uma mídia, é necessário um sistema de arquivos para realizar tais ações. Sem uma estrutura de armazenamento de dados como o FAT32, nenhum procedimento de acesso a disco é possível. Utiliza uma cópia backup da tabela de...
tracking img