Karl marx

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 88 (21847 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
KARL MARX – O PENSAMENTO MARXISTA

A obra de Marx é o ponto de convergência do que havia de mais significativo na filosofia alemã, no socialismo francês e na economia política inglesa. Na verdade estas três vertentes tornam a sua obra uma obra globalizante no campo da economia; esquematicamente:

Situando Marx na sucessão das escolas econômicas, temos o diagrama:

Todos os planosiniciais de reorganização social e econômica, tinham uma coisa em comum: todos se baseavam no apelo voluntário à boa natureza (vontade, boa fé) do ser humano – tudo produto do Iluminismo. E neste senso, todos eram utópicos na cabeça de Karl Marx, que lutou para separar seu próprio ramo do socialismo daquele de seus predecessores, chamando estes últimos de “Socialistas Utópicos”. O pensamentosocialista é a idéia que a sociedade desenvolve, ou progride, através de uma sucessão de estágios, cada vez mais avançados que os anteriores.
O trabalho de Marx é importante não pelos temas abordados mas pela maneira como ele as sintetizou. Sua principal obra foi O capital, sendo que apenas o primeiro volume foi publicado em vida de Marx. Após sua morte, em 1883, Friedrich Engels, um grande amigo deMarx, publica os outros dois volumes desta obra. Teorias da Mais-Valia, outra obra de Marx, só seria publicada após a morte de Engels. Esta última obra é um dos melhores estudos críticos sobre a história das doutrinas econômicas – é uma espécie de quarto volume de O capital.

O sistema Marxista

Georg Hegel (1770-1831) era um filósofo alemão que influenciou muito Marx, principalmente sua teoriado progresso. Segundo Hegel, o progresso é obtido quando uma força é confrontada pelo seu oposto. Na luta, as duas são aniquiladas e surge uma terceira força. Esta é a chamada dialética que pode ser sumarizada, conceitualmente, pelo jogo entre a “tese”, a “antítese”, e a “síntese”. O progresso histórico ocorre quando uma idéia, ou tese, é confrontada com uma idéia oposta, a antítese, nenhumadelas permanece após uma batalha; ao invés, ambas são sintetizadas em uma terceira. É assim que o conhecimento geral avança.
Marx amadureceu a idéia de Hegel com as idéias de Ludwig Feuerbach sobre a doutrina do materialismo. Feuerbach expandiu a idéia de Hegel acrescentando “materialismo” – toda história é um processo de preparação do homem para tornar-se objeto do consciente, e não da atividadeinconsciente. A religião era um processo de auto-alienação. Para Feuerbach a divindade não é nada mais que atributos idealizados daquilo que não pode ser realizado neste mundo imperfeito – ou seja, a religião torna a vida suportável. Humanos estão dispostos a aceitar o imperfeito, a existência terrena somente porque seu subconsciente lhes promete a perfeição em outro mundo. Marx, no entanto, foimais longe que Feuerbach, aplicando este conceito à atividade econômica e política, incluindo as instituições capitalistas. Para Marx, o estado junta suas mãos a Deus como um ser alienado.
Marx desenvolve, então, o “materialismo dialético”, onde o que move a história é a forma que indivíduos satisfazem suas necessidades materiais. “Os homens devem ser capazes de viver de forma a “fazerhistória”, portanto, o primeiro ato é (…) a produção dos meios de satisfazer estas necessidades, ou seja, a produção da própria vida material”. O desenvolvimento das forças produtivas em cada economia depende do grau de divisão do trabalho.
Mas, ao contrário de Smith, Marx viu um conflito de interesses como um resultado lógico da progressiva divisão do trabalho – a divisão do trabalho leva primeiro aseparação do trabalho industrial e comercial do trabalho agrícola, e consequentemente a separação da cidade e do campo. A seguir, leva a separação do trabalho industrial do trabalho comercial, e finalmente a divisão ocorre entre os trabalhadores, dentro de cada tipo de trabalho. Aqui os conflitos começam: interesses individuais contradizem os interesses coletivos, e cada trabalhador torna-se...
tracking img