Karl marx e o socialismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2608 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Karl Marx e o Socialismo

Karl Marx está inserido no contexto sociológico ligado a economia política e social. Nunca se autodenominou sociólogo, mas os seus estudos, pensamentos e livros têm um preço inestimável para a sociologia. Dos livros escritos os mais importantes no meio sociológico são “O Capital” que foi iniciado por Marx e finalizado por Engels; e “Manifesto Comunista” escrito em1848, após o 2º congresso da Liga dos Comunistas, grupo em que Marx entrou quando foi expulso de Paris. No livro Manifesto Comunista já se encontra esboçada as suas principais ideias filosóficas e políticas: O materialismo histórico e a teoria da luta de classes.
A corrente de pensamentos desenvolvidas por Karl Marx e colaborada por Friendrich Engels é chamada de Marxismo. Foi formulado a partir domaterialismo moderno, eles sistematizaram os diferentes aspectos históricos, econômicos e sociais da então nova concepção de mundo, conhecido como materialismo histórico. O centro da teoria marxista é o trabalho, que para Marx seria a expressão da vida humana, por meio da qual é alterada a relação do homem com a natureza. Marx e Engels também sistematizaram como seriam os aspectos históricos,econômicos e sociais sob outra concepção do mundo a capitalista.

A atividade prática humana

Sua vida foi dedicada a buscar uma solução para que a situação de exploração, de alienação da maioria chegasse ao fim. Marx afirma: “a autoalienação religiosa, o desdobramento do mundo em um mundo religioso e um mundo mundano (…) só pode se explicar pela autodilaceração e pela autocontradição dessefundamento mundano”. Na busca por esta resposta, analisou de forma metódica e científica toda a trajetória da humanidade até a sociedade capitalista, a estrutura dessa sociedade, chamada sociedade de classes. Segundo Marx, essa heterogeneidade das classes médias explica por que, nos conflitos sociais e políticos, elas oscilam tanto, ora apoiando os interesses da grande burguesia, ora apoiando osinteresses dos trabalhadores. Aliás, segundo Marx, a luta de classes  é o motor da história.
Marx chamou a atenção para a importância das condições materiais (econômicas) de existência na formação das sociedades. Segundo ele, antes de fazer poesia e formular ideias filosóficas, o ser humano precisa alimentar-se e garantir sua sobrevivência. Dessa forma, diz ele, “o modo de produção da vida materialcondiciona o processo, em geral, da vida social, política e espiritual.”.
Essas proposições de Marx são hoje aceitas pela maioria dos cientistas sociais. Por isso, ao estudar uma sociedade, muitos deles começam por analisar as relações materiais que a caracterizam. Karl foi o grande teórico dos modos de produção, devemos a ele a análise da sociedade a partir da relação entre as forças produtivas e asrelações entre as forças produtivas e as relações de produção, assim como o estudo sistemático dos modos de produção. Ele também foi o primeiro a assinalar o caráter histórico dos modos de produção.
Marx e os modos de produção
Na produção social da própria vida, os homens estabelecem relações determinadas, necessárias e independentes de sua vontade. Essas relações de produção correspondem a umadeterminada etapa de desenvolvimento das suas forças produtivas materiais.
A totalidade dessas relações de produção forma a estrutura econômica da sociedade. Essa estrutura é a base real sobre a qual se levanta uma superestrutura jurídica e política, e à qual correspondem formas sociais determinadas de consciência.
O modo de produção da vida material condiciona o processo de vida social,política e espiritual. Ou seja, não é a consciência dos homens que determina o seu ser, mas, ao contrário, é o ser social que determina sua consciência.
Em determinada etapa de seu desenvolvimento, as forças produtivas entram em contradição com as relações de produção existentes. Essas relações – o regime de propriedade, por exemplo -, que antes eram formas de desenvolvimento das forças...
tracking img