Karl heinrich marx

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (382 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FEUDUC – Fundação Educacional de Duque de Caxias.
Disciplina: Sociologia
Turma: 202 – 1º Período B
Por: Sabina de Azevedo Machado
Resumo .

Karl Heinrich Marx foi um filósofo, cientistapolítico, e socialista revolucionário. É conhecido por seus estudos sobre as causas sociais. Segundo o marxismo, a característica central de qualquer sociedade está no modo de produção: escravista, feudal oucapitalista, que varia com a história e determina as relações sociais.
Analisando o capitalismo, Marx desenvolveu uma teoria para o valor dos produtos: o valor é a expressão da quantidade de trabalhosocial utilizado na produção da mercadoria.
No sistema capitalista, o trabalhador vende ao proprietário a sua força de trabalho, muitas vezes o único bem que tem é tratada como mercadoria, esubmetida às leis do mercado, como concorrência, baixos salários. A diferença entre o valor do produto final e o valor pago ao trabalhador, Marx deu o nome de mais-valia, que expressa, portanto, o grau deexploração do trabalho. Os empregadores tem uma tendência natural de aumentar a mais-valia, acumulando cada vez mais riquezas.
O materialismo histórico coloca que a consciência dos homens édeterminada pela realidade social, ou seja, pelo conjunto dos meios de produção, base real sobre a qual se eleva uma super estrutura jurídica e política e à qual correspondem formas de consciência socialdeterminada. Para os marxistas, o materialismo é a arma pela qual é possível abolir a filosofia como instrumento especulativo da burguesia que é o Idealismo e fazer dela um instrumento de transformação domundo a serviço do proletariado que é a força de trabalho.
O marxismo se baseia no materialismo e o socialismo científico, constituindo ao mesmo tempo uma teoria geral e o programa dos movimentosoperários. Para os marxistas, o materialismo é a arma pela qual é possível abolir a filosofia como instrumento especulativo da burguesia que é o Idealismo e fazer dela um instrumento de transformação...
tracking img