Juventude

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (365 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de maio de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Tema: Juventude

Até Amanhã
Sei agora como nasceu a alegria,
como nasce o vento entre barcos de papel,
como nasce a água ou o amor
quando a juventude não é uma lágrima.

É primeiro só umrumor de espuma
à roda do corpo que desperta,
sílaba espessa, beijo acumulado,
amanhecer de pássaros no sangue.

É subitamente um grito,
um grito apertado nos dentes,
galope de cavalosnum horizonte
onde o mar é diurno e sem palavras.
Falei de tudo quanto amei.
De coisas que te dou
para que tu as ames comigo:
a juventude, o vento e as areias.

Eugênio de Andrade: Opoeta nasceu na Freguesia de Póvoa de Atalaia, com a mãe, que entretanto se separa do pai em Lisboa. Frequentou o Liceu Passos Manoel e a escola Técnica Machado de Castro tendo escrito os seusprimeiros poemas em 1936.

_______________________________________________________________________________________________________________________
“ Lembras-te Carlos, quando, ao fim do dia,
Felizes,ambos, íamos nadar
E em nossa boca a espuma persistia
Em dar ao Sol o nome do Luar ?
Tudo era fácil, melodioso e longo,
Aqui e além, um súbito ditongo
Escoava em nós certa canção pagã.
Contudo oazul continuava a ser o mundo Banhado pela aragem damanhã!...”

Pedro Homem de Mello: Estudou Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, acabando por selicenciar na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em 1926.

A mocidade esplêndida, vibrante,
Ardente, extraordinária, audaciosa.
Que vê num cardo a folha duma rosa,
Na gota deágua o brilho dum diamante;

Essa que fez de mim Judeu Errante
Do espírito, a torrente caudalosa,
Dos vendavais irmã tempestuosa,
Trago-a em mim vermelha, triunfante!

No meu sangue rubis...
tracking img