Joao

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1087 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
As mudanças ocorrem quando não há mais para onde se prosseguir, e deste modo á história nos conta grandes mudanças. Decisões que antes eram tomadas de acordo com a hierarquia de uma nação, ao longo dos anos acabaram, tomando rumos diferentes, sendo decididas de outras formas, por diferentes autoridades.
Isto ocorreu no Brasil na década de 70, em uma época em que a valorização das decisões eramsubmetidas à instância de um local privilegiado. O Brasil especificamente vivia uma fase de disputas políticas e ideológicas, em fase de democratização da nação. Com isso essa fase caracterizou-se por existirem pequenas experiências de desenvolvimento local e territorial. Neste período ainda, que estende até o ano de 1988, existia a preocupação da participação da comunidade efetivamente,buscando a democracia como ferramenta de desenvolvimento, isso mostrou que as instâncias subnacionais, poderiam descentralizar as decisões das estratégias em moldes alternativos e não centralizadores como acontecia no regime militar. Nesta época os municípios não possuíam sequer lei orgânica, as câmaras tinham poder limitado, e os municípios sofriam com as poucas verbas que o governo federaldisponibilizava, o país era desenvolvido através dos grandes projetos ideológicos a âmbito nacional.
A partir do ano de 1989, os municípios tiveram seus tributos e capacidade de financiamento ampliado, inclusive aumentando sua autonomia no quadro nacional. Com isso, a participação dos municípios tornou-se mais visível. Apesar da melhora, não foi possível aos municípios tornar-se protagonistas dodesenvolvimento local, por conta da necessidade de atender as demandas urbanas básicas de infraestrutura, antes oprimidas. Ao mesmo tempo o governo federal e estadual, lutava contra a inflação e déficits, deixando o desenvolvimento local dos municípios de lado. Em 1993, com a crise do desemprego, e um governo local caracterizado por ser gestor de crises sociais, e ser executor de políticas einfraestrutura básica, a saída imediata encontrada pela administração publica foi a isenção fiscal, com isso a crise nacional caiu sobre os municípios. Com o passar do tempo, os municípios adquiriram capacidade de desenvolvimento próprio, através de cooperativas, financiamentos de pequenos investimentos, cursos de qualificação profissional e inclusive a busca por outro tipo de mercado. Com isso as novaspráticas de desenvolvimento tornaram-se características dos governantes municipais, deixando de lado a implantação de desenvolvimento de grandes projetos a nível nacional.
O estado pode fazer a análise das ações e melhor interpretar as práticas utilizadas, estabelecendo assim, as medidas de maior eficiência para atingir seus resultados. O desenvolvimento local visa à transformação do local pormeio das estratégias implantadas, com este movimento é possível a projeção ou não de um novo espaço. Existem no Brasil várias estratégias de desenvolvimento local, como novas políticas que se somam a estas estratégias, como a política de economia solidária.
Em Uruguaiana especificamente, existem vários agentes do desenvolvimento local. Cooperativas, como o banco Sicredi; associações como a AURA eCDL, entidades comerciais locais em conjunto com o CIEE, desenvolvendo projetos de estágio, em parceria com faculdades bem como instituições técnicas como o SENAC com o projeto Menor Aprendiz,entre tantas outras.
Porém, nesta região o maior desenvolvedor local tem sido a própria prefeitura municipal, na figura de seu prefeito Sr. Sanchotene Felice, foi deputado estadual por dois mandatos,secretário de administração do governo Simon, até chegar ao cargo de chefe do executivo municipal de Uruguaiana em 2005,sendo reeleito posteriormente em 2008. Entre seus projetos de desenvolvimento local ao longo da sua trajetória política estão: Colégio do CNEC, primeira faculdade de Zootecnia do Brasil; Faculdade de Ciências Contábeis e Administração; Campus II PUC-RS; Cidade dos Meninos(FEBEM);...
tracking img