Jirau

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2259 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
• Porto Velho tem 400 mil habitantes - 3% de coleta de esgoto
• Recursos do PAC para esgotos sanitários para atender até 70%
das residências
• Obras de melhoria nas vias públicas, habitação popular e
saneamento básico
• Aquecimento do mercado imobiliário - procura por apartamentos e casas para locação cresceu
50% e as vendas aumentaram entre 30% e 40% (estimativas) - Prédios em construçãopor toda a
cidade
• Mais concursos públicos, vagas nas universidades particulares e novos negócios (restaurantes,
padarias, lojas, supermercados etc.)
• Incremento do comércio e do setor de serviços, qualificação de mão-de-obra local
• Estruturação da cidade - novos postos de saúde, escolas, melhoria de estradas vicinais
• Programas de inclusão digital, projetos de fomento econômico
•Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) lançou edital
para criar dois arcos rodoviários (caminhões que vão seguir para as obras não
precisarão passar por dentro da cidade)

Os quatro pontos positivos, segundo Minc, são: 1) melhores condições de combate à malária na região da hidrelétrica, 2) melhor administração dos sedimentos do rio, 3) redução do volume de rocha a serescavado e 4) melhor preservação das espécies locais de peixes. Já o efeito negativo, disse o ministro, será o aumento da área a ser inundada: "Nossas equipes estão no terreno, querendo saber o que há nessa área adicional a ser alagada: se há muita ou pouca população, se há espécies (flora e fauna) de alto valor. Estamos mensurando o tamanho do impacto negativo."http://www.estadao.com.br/noticias/economia,minc-ressalta-pontos-positivos-e-negativos-de-mudanca-em-jirau,221779,0.htm

























A usina de Jirau, a exemplo de Santo Antônio, também será construída no rio Madeira, em Rondônia. Sua capacidade de geração de energia é maior (3.300 MW contra 3.150 MW), mas sua produção média será menor (1.975,3 MW contra 2.218 MW). O investimento total previstoé de R$ 9,6 bilhões e ela deve começar a operar em janeiro de 2013. Os números da obra impressionam: serão quase 15 milhões de sacos de cimento (50kg), 146 mil quilos de aço, 1 milhão de metros cúbicos de rochas e argila, barragem com 1,15 km de extensão e mais de 10 mil trabalhadores.
http://www.pac.gov.br/i/f1e1c8ab

A Usina Hidrelétrica de Jirau é uma usina hidrelétrica em construção no RioMadeira, a 120 km de Porto Velho, em Rondônia. Foi planejada para ter um reservatório de 258 km², que terá capacidade instalada de 3.750MW,[1] (sendo 2.184 MW assegurados) e faz parte do Complexo do Rio Madeira. A construção está a cargo do consórcio "ESBR - Energia Sustentável do Brasil", formado pelas empresas Suez Energy (60%),Eletrosul (20%) e Chesf (20%).[2] A usina, juntamente com a de SantoAntônio, também em construção no mesmo rio, são consideradas fundamentais para o suprimento de energia elétrica no Brasil a partir de meados de 2013[3] e estão entre as obras mais importantes do Governo Federal.[4]


|Índice |
|  [esconder]  |
|1 Financiamento ||2 Operação |
|3 Leilão de concessão |
|4 Características |
|5 Impacto econômico regional |
|6 Impacto socioambiental |
|6.1 Críticas internacionais |
|7 Motim|
|8 Referências |


[editar]Financiamento

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é o maior financiador da obra, combinando financiamento direto com repasses através de outras instituições financeiras – Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Bradesco e Itaú Unibanco.


[editar]Operação...
tracking img