Isso ae

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2018 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Capítulo 5- Não atrapalhe meus planos.

Cheguei até o apartamento que agora definitivamente seria minha nova casa. Descobri que minha mãe havia sido chamada para trabalhar como secretaria de papai por um bilhete grudado a geladeira. Estava exausta e decidi me deitar e os pensamentos invadiram minha mente.
Finalmente a coragem tocou a campainha de minha porta e desta vez eu estava pronta paraabrir, eu estava decidida a encara-lo pela última vez, escutar sua voz que era música para meus ouvidos, e mesmo que fosse pela ultima vez eu o amaria ali, pelo fio de telefone, pelas ondas que transportavam minha voz até os seus ouvidos, pela sua respiração forte e seu pedido: que eu volte. Eu o amaria, por uns quinze minutos ou mais, que fosse. O adeus que eu não soube dar eu daria, que seja poruma conversa online, ou via web cam, qualquer meio de comunicação serviria...

“Everything's hurting inside, everything is destroyed. Again, I am completely in tatters”
“estava tudo machucado por dentro, estava tudo destruído. Mais uma vez, estava completamente em cacos.”

"Não quero mais essa dor chata e este arrependimento inútil de ter feito tudo errado e até mesmo de ter me apaixonado.Quero vontade de viver, quero menos lágrimas e mais sorrisos, não quero mais tormento do remorso por não ter dado ouvidos a quem me avisou o quando é ilusório o amor. Não quero apetecer felicidade, quero apenas um terço dela. As lembranças não me deixam e nem a culpa por ter deixado escapar quem mantive presa a tempos, minha felicidade. Preciso me libertar .. de vivências anteriores e algo que só metrouxe mágoa e rancor. Preciso focar no presente, apenas no presente. Essa rotina melancólica é preciso esquecer, uma dose de amnésia se preciso for, talvez. Não quero que continuem a me julgar sempre como o motivo do problemas, a razão de estar tudo incerto e até mesmo meio anarquizado. Queria que nunca tivesse existido em minha mente esses fonemas e estes milhares de aditamentos pensares. Odeioessa condolência interminável em busca por amor próprio, uma pequena dose que seja. Se há uma coisa que detesto com certeza é me achar tão substituível e por as vezes ser meramente frágil acabo tendo grandes recaídas e me deixando abalar por pequenas despedidas, pequenos adeus."

Era uma tarde melancólica e muito nostálgica. Digitei por entre tantas lágrimas palavras tão cheias de afeto. Fecheio notebook, e notei que já se passavam das seis horas da tarde, havia apenas mais uma hora de solidão, sentia meu coração se quebrar em pedacinhos ao perceber que era a hora de terminar com a dor. Era hora de chorar muito, chorar tudo, e depois ainda sim acreditar em sorrisos inesperados e histórias mais intensas. Chegou o momento de ouvir <script>document.write(Mathew)</script><script>document.write(Dummond)</script> dizer com ou sem palavras, que o que demos foi pouco, quando o tempo todo ele poderia ter se esforçado mais. Procurei seu nome na agenda, respirei fundo e suspirei baixinho: adeus. Me encorajei, porque é preciso para encerrar uma história de amor, ainda mais a nossa. E por mais que me machucasse, entristecesse e dilacerasse, eu sabia que não haviaoutra alternativa. Eu tinha que ser forte e parar de brincar de ser vítima, de gato e rato, de queda de braço. Era preciso muito coragem para retomar minha própria vida, para aprender estar comigo mesmo. Para me permitir começar tudo de novo, quando o novo vier. Meus dedos já estavam nervosos e minha unhas se tornaram chocolates para minha boca. Minhas nervosas pernas tremiam e meu coração batiadescontroladamente como quando <script>document.write(Matt)</script> me pediu em namoro, droga tudo poderia ter sido diferente.

- Alô? - ele atendeu no quarto toque.
- Oi <script>document.write(Mathew)</script>. - minha voz saiu um pouco arrastada.
- <script>document.write(Rayssa)</script>?
Ouviu a voz rouca que tanto gostava do outro lado da linha.
- Sou...
tracking img