Islamismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1239 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Islamismo
“Filosofia de vida Religiosa”

Por meio deste artigo, queremos trazer um pouco sobre a cultura Islamista, esta que é hoje uma das maiores religiões do mundo perdendo apenas para o cristianismo. O objetivo principal e dar uma visão diferente de religião, que nos tempos atuais sofre variações e definições diferentes diariamente, e que esta levando muitas pessoas a desacreditaremnela.
A religião islamista é uma religião com grandes rituais e crenças e, por ter essa grande variedade cultural ela é muito divulgada e reconhecida, por isso para editarmos este artigo um dos meios mais práticos e viáveis que utilizamos foram os recursos da internet, essa que esta presente em todo o mundo e que nos possibilita viajar sem sairmos de casa. Alem deste, utilizamos tambémobras literárias conhecidas e que englobam esse tema com grandes variedades de assuntos e informações a respeito.
O islamismo, como já mencionado, é a segunda maior religião em numero de adeptos no mundo. A palavra islamismo, ou islã, vem do árabe e significa submeter-se e exprime a obediência à lei e à vontade de Alá (Allah, Deus em árabe). É uma religião monoteísta, ou seja, acredita emum Deus, e segue os ensinamentos contidos no Aucorão que é o livro sagrado dos muçulmanos e é considerado o mais completo livro religioso existente.


A idéia de trazer esse assunto é mostrar que o islamismo é uma das religiões mais complexas em relação aos seguidores e aos seus ritos, e que esta pode ter grande influência nas demais religiões existentes.
O islamismo é consideradoalém de uma religião um modo de vida, pois seus praticantes adquirem abitus e conceitos islãs que vivem diariamente até o fim de suas vidas.
Na visão dos muçulmanos, Deus é único e incomparável e o propósito da vida é adorá-lo, e seguem plenamente os ensinamentos do livro que consideram a versão inalterada da vontade de Deus que teria passado os ensinamentos para Maomé, que é chamado deprofeta.
Durante a Idade Média e, por extensão, nas lendas e narrativas populares cristãs, os muçulmanos eram também designados como sarracenos e também por mouros (embora este último termo designasse mais concretamente os muçulmanos naturais do Magrebe, que se encontravam na Península Ibérica).


Crenças
O Islão ensina seis crenças principais:
a crença em Alá(Allah), único Deus existente;
a crença nos anjos, seres criados por Alá;
a crença nos livros sagrados, entre os quais se encontram a Torá, os Salmos e o Evangelho. a crença em vários profetas enviados à humanidade, dos quais Maomé é o último;
a crença no dia do Julgamento Final, no qual as acções de cada pessoa serão avaliadas;
a crença na predestinação: Alá tudo sabee possui o poder de decidir sobre o que acontece a cada pessoa.










O jejum no mês do Ramadão (Saum)


Durante o Ramadão (o nono mês do calendário islâmico), cada muçulmano adulto deve abster-se de alimento, de bebida, de fumar e de ter relações sexuais, desde o nascer até ao pôr-do-sol. Os doentes, os idosos, os viajantes, as grávidas ou as mulheres lactantesestão dispensados do jejum. Em compensação, essas pessoas devem alimentar um pobre por cada dia que faltaram ao jejum ou então realizá-lo noutra altura do ano. O jejum é interpretado como uma forma de purificação, de aprendizagem do auto-controlo e de desenvolvimento da empatia por aqueles que passam fome ou outras necessidades.


O dia do Julgamento Final
Segundo as crençasislâmicas, o dia do Julgamento Final (Yaum al-Qiyamah) é o momento em que cada ser humano será ressuscitado e julgado na presença de Deus pelas acções que praticou. Os seres humanos livres de pecado serão enviados directamente para o Paraíso, enquanto que os pecadores devem permanecer algum tempo no Inferno, antes de poderem também entrar no Paraíso. As únicas pessoas que permanecerão para sempre no...
tracking img