Isaura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2084 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
2m2

Matheus Lima nº24
Matheus Carvalho n°27
Tauan Nascimento nº32
Yago Félix n°36

A Escrava Isaura - Bernardo Guimarães


Biografia do autor

Nascido em Ouro Preto, Bernardo Guimarães (1825-1884) é conhecido pelos seus romances de cunho regional. Além de escritor, foi jornalista, professor e assumiu o cargo de juiz municipal em Goiás, pois era formado em Direito (no período de1852 a 1854).

O fato de conviver com pessoas, costumes e paisagens do interior do Brasil faz com que esses elementos estejam sempre presentes nas suas obras.
Foi um excelente contador de casos, da vida dos homens do sertão: as festas barulhentas, a valentia que termina em brigas sangrentas e morte, a rudeza no trato com as pessoas, as histórias de amor.

Suas obras mais lidas são “A EscravaIsaura” e o “Seminarista”, que tratam assuntos problemáticos na sociedade da época: a escravidão e o celibato.

Foco Narrativo

O foco narrativo do livro é na terceira pessoa.


Caracterização da época em que se passa a história

A obra “A Escrava Isaura” é um livro que basicamente mostra os costumes da sociedade carioca e pernambuna na parte final do século XIX. A mesma época em queBernardo Guimarães viveu.


Caracterização do tempo e do espaço

A história se passa nos primeiros anos do reinado de D. Pedro ll, mais exatamente no ano de 1875. Na cidade de Campos dos Goitacazes, no estado do Rio de Janeiro e Recife, em Pernambuco.




Tipo de discurso

Nessa obra de Bernardo Guimarães há uma reprodução direta das falas dos personagens, o caracteriza o discursodireto. Alguns exemplos abaixo:

“Malvina aproximou-se de manso e sem ser pressentida para junto da cantora, colocando-se por detrás dela esperou que terminasse a última copla.”

- Isaura!... - disse ela repousando de leve a delicada mãozinha sobre o ombro da cantora.
- Ah! É a senhora?! – respondeu Isaura voltando-se sobressaltada.


Personagens

Isaura: Escrava quase branca, bonita,humilde, que sofre preconceito pelos negros, pois é escrava, mas tem certa regalia e pelos brancos por ser filha de uma escrava. 
 
Leôncio: obcecado por Isaura, faz de tudo para que ela seja propriedade dele. 
 
Henrique: irmão de Malvina e também apaixonado por Isaura, mas não parece muito na ultima edição do livro. 
 
Malvina: esposa de Leôncio, gentil e bonita. 
 
Miguel: pai de Isaurae ex-feitor da fazenda que diferenciava de todos os outros por ser justo e bom caráter  
 
Comendador Almeida: velho rude, ignorante, dono de toda a fazendo e pai de Leôncio. 

Belchior: jardineiro da fazenda, um homem bom e apaixonado por Isaura, mas de aparência deformada.
 
Álvaro: apaixonado por Isaura, inteligente, burguês de Pernambuco. 
 
Martinho: amigo de Álvaro que denuncia Isaura eé subornado por Álvaro. 
 
Juliana: escrava, mãe de Isaura e sofre abusos pelo comendador. 










Resumo da obra


Em um belo dia, ouvia-se um som agradável de um piano acompanhado de uma voz meiga com origem do salão da casa principal da fazenda, era Isaura, cuja melodia triste, emocionava quem a escuta-se. Ao ouvir esse lindo e triste canto, Malvina adentra o salão, aelogia e a pergunta por que canta uma música com sentimentos tão tristes.

Isaura explica a sua senhora que não sabe o verdadeiro motivo de cantar esse tipo de música e se for da vontade de Malvina, ela cantaria uma melodia mais alegre, mas sua senhora desconfiava que ela tivesse um amor não correspondido e Isaura sempre respondia que não tinha olhares para nenhum homem.

Logo depois daconversa, dois mancebos chegam a cavalo, era Leôncio, marido de Malvina e seu cunhado Henrique, como a maior parte dos homens que a conheciam, era apaixonado pela linda mucama, mas seu amor não era correspondido por Isaura que sempre o rejeitava.

Durante uma de suas tentativas de conquistar o coração de Isaura, Henrique descobre que Leôncio também desejava a escrava como sua sinhá. Henrique...
tracking img