Internet das coisas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3127 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Tema:

Melhoria de Software

Título:

Internet das Coisas


Escopo

Estamos em constante evolução e nosso estudo se concentra numa tecnologia que está baseada em duas vertentes: RFID (sigla em inglês para identificação por radiofrequência) e a nanotecnologia.


Escopo Micro

O foco desta pesquisa esta em alguns aspectos básicos:

• Internet
• RFID
• Mobilidade
•Acessibilidade
• Inteligência Artificial

Roteiro

Essa tecnologia, hoje, está sendo regulamentada por vários organismos internacionais, inclusive pela União Internacional de Telecomunicações (UIT) em que será formulado um grupo de padrões.

Estudaremos estes padrões para explorar uma boa quantidade de recursos que podem ser implementados e padronizados num contexto global, principalmente em ambientescomerciais como Hipermercados e lojas varejistas.

Objetivo
A Internet das Coisas tem sido identificada como uma importante força impulsionadora para a Internet num Futuro próximo.

Nosso objetivo é esclarecer como isto pode afetar a população á médio e longo prazo, quais benefícios trarão sociedade e o acesso á essas tecnologias serão realmente disponibilizados á toda sociedade ou ainda apopulação estará sujeita a participar somente daquilo que as altas classes disponibilizarem.

Justificativa
Todas as alternativas nos leva a considerar que hoje o meio mais importante de comunicação é a internet e pesquisar soluções práticas para sociedade e que produz uma boa gama de conhecimentos no meio tecnológico, com este conceito de rádio frequência podemos formular conceitos sobreabordagens comerciais e melhores práticas sociais, com intuito de melhorar a qualidade de vida dos indivíduos.



Hipótese

Pode-se confiar realmente em um sistema interligado e controlado por grandes estabelecimentos, até que ponto utilizar serviços avançados como internet sem fio, GPS e RFID, pode afetar a vida das pessoas para o bem ou para o mal, estas são algumas das hipóteses abordadas nestetrabalho.














Introdução

A história do RFID começa em 1973, quando Mario W. Cardullo requisitou a primeira patente americana para um sistema ativo de RFID com memória regravável. No mesmo ano, Charles Walton, um empreendedor da Califórnia, recebeu a patente para um sistema passivo, o qual era usado para destravar uma porta sem a ajuda de chaves.

Dentro destecontexto, o RFID se posiciona como a ferramenta ideal para estas aplicações que agiriam automaticamente às ações para quais foram desenvolvidas sem a necessidade de qualquer outro fator a não ser a presença física do veículo.

Em função do alto custo, o uso da radiofrequência, até pouco tempo, se restringia apenas as aplicações militares, laboratórios e grandes empresas comerciais. Com o avanço daeletrônica e do desenvolvimento de componentes em grande escala, vem diminuindo o custo final de vários dispositivos e, assim, permitindo o uso comercial para a grande massa global.

As indústrias de manufatura, estocagem e transporte vão desenvolvendo desde 1970 projetos de automação, identificação animal, rastreamento de veículos, entre outras, baseadas na tecnologia de RFID. Com o avançotecnológico, os sistemas RFID vão ganhando velocidade de processamento, distâncias de leituras cada vez maiores, novas funções, além da miniaturização dos dispositivos, o que permite criar uma série de novas aplicações.

Supermercados na era digital

Redes testam tecnologias que prometem agilizar as compras e facilitar a vida dos clientes, entrar em um supermercado para fazer compras e sair sem. passarpelo caixa ainda e cena de filme futurista. Mas os caminhos que viabilizam essa situação já estão sendo experimentados. A Wal-Mart, nos EUA, e a loja de departamentos Harrods, na Inglaterra, testam a tecnologia RFID (Radio Frequency identification), que permite essa pratica com a introdução de um chip nas embalagens. No Brasil, a loja laboratório do Pão de Açúcar, no shopping Iguatemi, em São...
tracking img