Inteperismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5659 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
página - 1 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Geologia de Engenharia II – ENG5102 Intemperismo e Solos

Solos
Intemperismo
Conceito
Conjunto de processos: físicos, químicos, físico-químicos que atuam na superfície dos continentes e que acabam transformando, após milhares a milhões de anos: ROCHA SÃ Materiais tenazes σc=500 a 1800 Kgf/cm2 Onde σc = Resistência à compressão simples.Rochas são agregados de minerais firmemente entrelaçados e/ou fortemente cimentados, que não são desagregados pela pressão dos dedos. Rochas sedimentares como argilitos e folhelhos podem ser desagregados quando pressionados com os dedos. Solos são agregados de minerais (na sua maioria argilo-minerais) justapostos ou frouxamente entrelaçados e/ou fracamente cimentados, que são desagregados pelapressão dos dedos quando úmidos ou secos. Os solos e os saprolitos são o resultado final do intemperismo físico e químico sobre as rochas. Rochas sedimentares, como argilitos, possuem uma resistência mecânica semelhante aos solos, mas não devem ser consideradas como solos. SAPROLITOS Rochas podres ou Parcialmente decompostas SOLOS Materiais friáveis σc=0a50 Kgf/cm2

Tipos de intemperismo
Intemperismofísico compreende os processos que fraturam ou fragmentam as rochas e desagregam os minerais das rochas. Intemperismo químico compreende os processos capazes de decomporem os minerais das rochas. Essa decomposição transforma os minerais primários em minerais secundários (argilo-minerais).

página - 2 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Geologia de Engenharia II – ENG5102 Intemperismo eSolos

Solo residual

SOLO

SAPROLITO

ROCHA

página - 3 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Geologia de Engenharia II – ENG5102 Intemperismo e Solos

Processos do intemperismo físico
Variação da temperatura
As rochas, por ação do sol, são aquecidas 1,5 a 2,5 vezes mais que a atmosfera, apresentando temperaturas acima de 60°C. À noite elas passam a ter temperaturas da ordem de20°C. Em algumas regiões, pode chegar até 10°C e em outras, até de 0°C. Cada mineral possui um coeficiente de dilatação diferenciado, provocando a desagregação da rocha devido as tensões de dilatação e compressão internas no maciço rochoso. As rochas, nestas condições: • • Durante o dia : DILATAM-SE Durante a noite: CONTRAEM-SE

Sendo submetidas diariamente a esforços intermitentes que apósdezenas a centenas de milhares de solicitações são capazes de provocarem o fraturamento das rochas, por fadiga.

Hidratação dos minerais das rochas
A maioria dos minerais das rochas, inclusive os feldspatos: hidratam-se com aumento de volume deslocando e quebrando os minerais adjacentes. A hidratação dos minerais origina tensões internas que são as principais responsáveis pela desagregação dasrochas, dando origem a solos com fragmentos de rocha e arenosos, quando originários de rochas macro-granulares (granitos, gnaisses, conglomerados, arenitos, etc) e dando origem a solos siltosos, quando originários de rochas micro-granulares (basaltos, riolitos, etc).

Congelamento e degelo
A água ao congelar-se, cristaliza-se e aumenta em 9% seu volume. Quando uma fenda estiver cheia de água e atemperatura atingir –22°C, o congelamento da água exerce sobre as paredes uma força expansiva da ordem de 2000 Kgf/cm2, que poucas rochas são capazes de resistir. A repetição periódica do congelamento e degelo das águas intersticiais, que ocupam parcialmente ou totalmente os poros e as fendas, acaba por fragmentar a rocha, mesmo as mais resistentes. Em regiões sujeitas a ciclos de congelamento edegelo, as rochas estão cobertas por uma camada de cascalho anguloso (fragmentos de rocha) resultantes da ação do gelo.

página - 4 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Geologia de Engenharia II – ENG5102 Intemperismo e Solos
Tensões nas fraturas Devido ao degêlo

Crescimento dos minerais (cristais)
As águas de infiltração e/ou gases podem precipitar, de forma lenta e gradual, solutos...
tracking img