Intencao de ruptura do servico social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1237 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A Intenção de Ruptura do Serviço Social

















Brasília – 27 de setembro de 2012













Breve contexto introdutório:



Em um cenário pós-guerra mundial, sob uma guerra ideológica, espacial, tecnológica e nuclear, com a imposição do capitalismo monopolista e suas conseqüências na desigualdade entre classes, o Serviço Social se depara com uma necessidade de reformulaçãoteórico-metodológica da profissão.
Afim de se libertar do conservadorismo, da atuação com base na fé, da caridade e das organizações elitistas, os "recentes" profissionais (dentro do parâmetro histórico) se organizaram primordialmente nas universidades e depois expandiram novas ideias acerca da importância de uma atuação profissional laica e científica.
Realiza-se neste trabalho uma análise daarticulação do Serviço Social, principalmente com contexto histórico pós II Guerra mundial (1940 até os dias atuais) e o contexto histórico do Brasil neste mesmo período. Época esta de grande movimentação e revisão intelectual a cerca dos valores que regiam a profissão. Consistindo em uma busca de ampliação do espaço profissional buscando ganhar autonomia.
Com isso, há a exposição do conceito e de todaa situação em que a Intenção de ruptura estava inserida, proporcionando assim uma modificação estrutural no Serviço Social.



























Uma análise histórica da Perspectiva Renovadora (Intenção de Ruptura) do Serviço Social.


Tendo como fundação a igreja Católica articulada a ordem burguesa vigente, o Serviço Social brasileiro, surge na década de 30 em um cenário deindustrialização e urbanização do país, no comando nacionalista econômico Varguista junto as "reformas de base" (universitário, econômico, político e agrário) que contavam com o apoio das massas populares que estavam bastante presentes na articulação política da época.
Sob influencia Norte-Americana e Européia, a base de atuação dos primeiros Assistentes Sociais era voltada para uma ação moralizante de caridadecristã, baseada na "lei de Deus", no Neotomismo e com base no assistencialismo material e trabalho para a formação moral. Alem de não poderem aceitar nem um tipo de remuneração por qualquer serviço prestado. Como exemplo a Secção 1 dos deveres fundamentais do Código de Ética profissional dos Assistentes Sociais de 1947 que expõe:
"É dever do Assistente Social: Cumprir com os assumidos,respeitando a lei de Deus, os direitos naturais do homem, inspirando-se sempre, em todos os seus atos profissionais, no bem comum e nos dispositivos da lei, tendo em mente o juramento prestado diante do testemunho de Deus."

Chamado de Serviço Social tradicional, o modelo conservadorista que para Netto é uma “prática empirista, reiterativa, paliativa e burocratizada, parametrada por uma éticaliberal-burguesa e cuja teleologia consiste na correção – desde um ponto de vista claramente funcionalista – de resultados psicossociais considerados negativos ou indesejáveis, sendo pressuposta a ordenação capitalista da vida como um dado factual ineliminável”. (2010 p. 264)
Solucionar estes desajustes da população carente, revoltada e oprimida, transformou-se em uma questão política. Inúmeras grevesexplodiram neste período.
Assim a Igreja católica, junto a burguesia dominante e o Estado uniram-se para impedir a manifestação popular, tendo como objetivo prevenir e "remediar" a situação da classe operaria, visando o pauperismo não como um problema social, mas sim, como uma vergonha individual e até mesmo como uma patologia.
Porém não houve efetividade na atuação dos Assistentes Sociais poisapenas tratavam do problema momentaneamente e não a situação histórico-social inteira a qual os indivíduos estavam inseridos.
"Não tinha a criticidade necessária para avaliar as situações e adequar o Serviço Social a estas. A criticidade apareceu aos poucos, não pela avaliação formal das situações em si, mas pela constatação de que os esforços não respondiam aos resultados desejados." (VIEIRA,...
tracking img