Inicial extravio de malas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4044 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DA COMARCA DA ___________ – ______.






XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX, brasileira, solteira, universitária, portadora da carteira de identidade nº XXXXXXXXXXX e inscrita no CPF sob o nº XXXXXXXXXXX; e XXXXXXXXXXXXXX, brasileira, casada, do lar, portadora da carteira de identidade nº XXXXXX, e inscrita no CPF sob o nºXXXXXXXXXXX; XXXXXXXXXXXXXXXX, brasileira, casada, secretaria, portadora da carteira de identidade nº XXXXXXX, e inscrita no CPF sob o nº XXXXXXX; XXXXXXXXX, menor impúbere representado pela 3ª autora, CPF XXXXXXXXXXX; sendo que as duas primeiras autoras residentes e domiciliadas na XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX; a 3ª e 4º autores são residentes e domiciliados na XXXXXXXXXXXXXXXXX, vem muirespeitosamente a V. Exa., por intermédio de seu advogado infra assinado, com endereço profissional na XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX, cuja procuração segue anexo, propor a presente

AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS E MORAIS COM TUTELA ANTECIPADA

em face da XXXXXXXXXXX, pessoa jurídica do direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº. XXXXXXXXX; com endereço na XXXXXXXXXXXXXXXXXX(Aeroporto XXXXXXXXX), pelos fatos e fundamentos que passa a expor;


DA GRATUIDADE DE JUSTIÇA


Inicialmente, pugna os autores pela concessão do benefício de gratuidade de justiça, na forma da Lei 1.060/50, pelo fato de não possuírem condições financeiras de arcar com as custas processuais sem prejuízo próprios ou de suas famílias.
É necessário expor, que as duas primeirasautoras são filha e mãe, as quais dependem economicamente do pai e marido destas autoras, respectivamente. Aliado à isso, este provedor, sustenta ainda outros dois filhos, conforme documentação anexa. Portanto, com sua limitada renda mensal comprovada através do contracheque em anexo, custeia as despesas de uma família com cinco pessoas!
Enquanto isso, a 3ª autora é mãe solteira ealém das despesas com moradia, custeia sozinha com a criação de seu filho, menor impúbere e 4º autor desta lide. O contracheque apresentado em anexo comprova a renda limitadíssima da 3ª autora.
Para corroborar com o alegado, cabe ressaltar que, os autores acostam aos autos as respectivas declarações de hipossuficiência econômica, devidamente firmadas, com fulcro no art. 5º, inciso LXXIV daCF/88 e na Lei nº 1.060/50.



DOS FATOS

01-. Trata-se a presente lide sobre o notório e recorrente caso de extravio de malas, por má prestação de serviços da empresa ré, cujo precedente e contumaz, de modo que, infelizmente, os autores não são as únicas vitimas deste famigerado costume.

02-. No dia XXXXX, àS XXXX hs, os autores com outros familiares, embarcaram do xxx para xxx novoo xxx, operado pela xxxxxxx, cujo contrato foi celebrado somente com a parte ré.

03- As 1ª e 2ª autoras, utilizaram a mesma mala para o transporte de considerável quantidade de roupas e utensílios pessoais, visto que a viagem duraria cerca de 13 dias, bem como 3ª e 4º autores dividiram uma outra mala da mesma forma. Ressalta-se que grande quantidade dessas roupas era nova, adquiridas commuito custo, justamente para a utilização desta viagem familiar.

04- Ao embarcar no Aeroporto xxxxxxx os autores despacharam a referida bagagem com outras três malas e um skate infantil, todos pertencentes aos familiares. 

05. Todavia, para desagradável surpresa dos autores, ao chegar às 2:10h da manhã no Aeroporto xxxxxxxxxxxxx, apenas 3 (três) das 5 (cinco) malas que haviam sidodespachadas no xxxxxxx foram encontradas.

06- Das duas malas desaparecidas, a primeira pertence à 1ª e 2ª autoras e a segunda à 3ª e 4º autores. Eram malas grandes, portanto foram divididas para duas pessoas cada. As malas continham os artigos já relacionados no rol dos bens enviado para a empresa ré, datado do dia 20 de Julho de 2011, ás 17h e 30min.

07-. Logo após o desembarque, o atendente do...
tracking img