Informatica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1805 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Arquitetura de Computadores

Danilo Ribeiro de Aguilar
Ciência da Computação

Circuito de Clock
Na
maioria
dos
dispositivos
computacionais,
podem
ser
encontrados, em seus circuitos,
cristais de clock.
Clock componentes eletrônicos, que
geram pulsos elétricos com formato
de onda quadrada em uma
determinada freqüência.

O clock é constituídos de cristal de
quartzo, tem umafreqüência é muito
precisa, utilizada para determinar o
ritmo de funcionamento dos dispositivos
e possibilitar a sincronização entre os
mesmos.

Este circuito é encontrado em placa
mãe, placas de vídeo, placas
controladoras, HD e etc.

Cristal de Clock

BIOS
(Basic Input Output System)

É o sistema básico de entrada e saída
de um computador.

É um programa contido em umcircuito
integrado. Ele gerencia a entrada e a
saída de dados do hardware do
computador.

Este C.I. pertence à classe das
memórias ROM, porque esse programa
fica gravado no C.I. mesmo sem
alimentação, isto é, mesmo com o
computador desligado o programa não
é perdido.

Chip ROM BIOS

Informações Enviadas pela Bios

Tela de inicialização do PC

Tecle
Del para acessar o Setup

OBIOS pode ser gravado com
tecnologias
diferentes
que
podem ser:
PROM
EPROM
EEPROM

PROM

(Programable Read Only Memory)
Memória somente de leitura programável

EPROM
(Eraser Programable Read Only Memory)
Memória somente de leitura programável e
apagável

EEPROM
( Eraser Eletrical Programable Read Only
Memory)
Memória somente de leitura programável e
apagável eletricamente A tecnologia mais utilizada é a EPROM,
mas com o advento dos PCs modernos,
atualmente a EEPROM tem sido
largamente utilizada, principalmente
nas placas-mãe.

Neste circuito integrado em que o
código
do
programa
BIOS
é
armazenado, também existem outros
dois códigos de programa.
POST (Power On Self Test)
SETUP (programa que configura o
funcionamento do hardware).

POST
PowerOn Self Test

É o programa que executa o auto-teste
no computador sempre que o mesmo é
ligado.

POST
Se o POST identificar um erro nos
dispositivos do hardware, ele poderá
enviar ao monitor uma mensagem de
erro.
Através do auto falante do gabinete
emitir “beeps” que sinalizam o erro ou
travam o micro, impossibilitando o seu
funcionamento.

Caso o auto-teste não identifiquenenhum erro, é possível que o
computador esteja em condições de ser
iniciado, então é concedida a BIOS a
autorização para a carga do sistema
operacional.

SETUP
É um programa que permite configurar
alguns parâmetros do hardware,
principalmente da placa-mãe, que por
ser um circuito que permite a conexão
de
dispositivos
de
arquiteturas
diferentes,
marcas
diferentes
e
fabricantesdiferentes necessita de um
“ajuste fino” para compatibilizar e
“armonizar” todo o sistema.

SETUP
Ao ligar o computador, durante o
autoteste
da
memória
DRAM
(“contagem da memória”), se for
pressionada a tecla “DEL”, surgirá no
monitor a tela de interface do programa
SETUP.

SETUP
As alterações realizadas no SETUP,
através do usuário, são armazenadas
em um C.I. de memória RAM,localizado
próximo ao C.I. do BIOS.

Esta memória RAM armazena apenas a
configuração realizada pelo usuário, isto
é, as variáveis do SETUP (condições de
ligado, desligado, normal, fast e auto),
que são atribuídas aos itens do SETUP.
São armazenadas em um circuito
independente do C.I. da BIOS e da
memória RAM principal do computador.

Por ser armazenada em C.I. de memória
RAM, que évolátil, ao se desligar o
computador, toda a configuração seria
perdida. Ao ligá-lo novamente, seria
necessário configurar o SETUP.
Para evitar esse processo, foi acrescentada às
placas-mãe uma pequena bateria, cuja
finalidade é manter salvo o conteúdo já
gravado na referida memória RAM, quando o
computador for desligado.


placas-mãe
que
foram
implementadas com C.I. de memória
RAM...
tracking img