Influenza h1n1

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1862 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Introdução

Os Vírus da influenza A e B possuem vários subtipos que sofrem continuas mutações, surgindo novas cepas. Em geral, As novas cepas que passam a infectar humanos apresentam diferentes graus de distinção em relação àquelas até então circulantes, devido ao referido processo de mutação, possivelmente por meio da recombinação de genes entre cepas que infectam diferentes espéciesanimais.
É uma doença respiratória causada por um vírus
que geralmente ataca diversos animais
O problema atual é que o vírus INFLUENZA A,
sofreu transformação genética que lhe deu
a capacidade de infectar também os seres humanos

2. Agente Etiológico

O vírus da influenza pertence à família ortomixiviridae. São vírus RNA de hélice única, que se subdividem em três tiposantigenicamente distintos: A B e vírus C. Os tipos A, responsáveis pela ocorrência da maioria das epidemias de gripe, são suscetíveis a variações antigênicas, razão pela qual, periodicamente, suas variantes sofrem alterações na estrutura genômica, contribuindo para existência de diversos subtipos. São classificados de acordo com os tipos de proteínas que se localizam em sua superfície, chamadas de Hemaglotinina(H) e Neuraminidase (N). A proteína H está associada à infecção das células do trato respiratório superior, onde os vírus se multiplicam, enquanto a proteína N facilita a saída das partículas virais do interior das células infectadas. Nos vírus influenza A humanos, já foram caracterizados três subtipos de hemaglotinina imunologicamente distintos (H1, H2 e H3) e duas Neuraminidase (N1 e N2).
Valeressaltar que a influenza tipo A por ser mais suscetível a essas variações, ela é a responsável pela maior ocorrência de gripe a influenza B sofrem menos variações antigênicas e, por isso, estão associados com epidemias mais localizadas. E a influenza C são antigenicamente estáveis, provocam doenças subclínicas e não ocasionam epidemias, motivo pelo qual merecem menos destaque em saúde pública. .3. Sinonímia
Influenza pandêmica (H1N1)2009, influenza suína, gripe pandêmica, influenza humana pandêmica.

4. Reservatório

Os reservatórios conhecidos na natureza para o vírus da Influenza são os seres humanos, os suínos, os eqüinos, as focas e as aves. As aves migratórias, principalmente as aquáticas e as silvestres, desempenham importante papel da disseminação natural da doençaentre distintos pontos do globo terrestre.
Os vírus Influenza do tipo A infectam seres humano, suínos, cavalos e mamíferos marinhos e aves; os do tipo B ocorrem exclusivamente em seres humanos; e os do tipo C em seres humanos e suínos.

5. Modo de Transmissão

O modo mais comum é a transmissão direta ( pessoa a pessoa ),por meio de pequenas gotículas expelidas pelo indivíduo infectado pelovírus ( ao tossir,falar e espirrar ) às pessoas suscetíveis.Também há evidência de transmissão pelo modo indireto,por meio do contato com as secreções do doente.nesse caso as mãos é o principal veículo,ao propiciarem a introdução de partículas virais diretamente nas mucosa oral,no nasal e ocular.A eficiência da transmissão por essas vias depende da carga viral e fatores ambientais (umidade etemperatura ) e ao tempo transcorrido entre a contaminação e o contato com a superfície contaminada.

6. Período de Incubação

Dados produzidos por alguns países indicam que, atualmente, o período de incubação relacionado ao novo vírus da influenza pandêmica (H1N1) 2009, pode variar de 1 à 7 dias, sendo mais comum entre 1 à 4 dias.

7. Período de Transmissibilidade

Informações preliminaresdos casos de Influenza pandêmicas (H1N1) 2009 investigados até o momento indicam que, para o adulto, o período pode variar de 1 dia antes até o 7º dia após o início dos sintomas e, para menores de 12 anos, 1 dia antes até o 14º dia após o início dos sintomas.

8. Manifestações Clínicas

Clinicamente, a doença inicia-se com a instalação abrupta de febre alta, em geral acima de 38º C.,...
tracking img