Indutores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1578 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
Os indutores são bastante usados em circuitos de radiofrequência (RF), como os usados em receptores de rádio, TV, FM. Na sua fôrma mais simples consistem de um pedaço de fio enrolado em uma fôrma (tubo) de material isolante como plástico, cerâmica ou fenolite ou mesmo sem fôrma (ar). Esse enrolamento simples é conhecido por bobina. O indutor tem funções diferentes, dependendo docircuito onde ele é usado. Pode produzir sinais de corrente alternada (CA) de rádio e TV, quando usado nos circuitos osciladores. Pode bloquear uma frequência alta (CA) e deixar passar uma frequência baixa, quando usado nos filtros.
Neste trabalho estudaremos os indutores e suas aplicações.

INDUTORES
O físico dinamarquês Oersted, em 1819, colocou uma bussola próxima a um fio, pelo qual circulavauma grande corrente elétrica e descobriu que a agulha da bussola se movia com a passagem da corrente, assim descobriu que correntes elétricas, quando circulavam em um condutor, produziam um campo magnético, e esse campo magnético podia ser aumentado se o fio condutor fosse enrolado em forma de uma bobina, com muitas espiras.
Assim a definição de indutor é um dispositivo elétrico passivo quearmazena energia na forma de campo magnético, normalmente combinando o efeito de vários loops da corrente elétrica.
Quando a corrente que atravessa um condutor varia, o fluxo magnético que o envolve também varia. Esta variação de fluxo magnético ocasiona a indução de uma voltagem num circuito próximo ao condutor. Esta voltagem induzida é proporcional à razão de variação da corrente geradora do campomagnético com o tempo.
Essa constante de proporcionalidade é chamada indutância e é simbolizada pela letra L.
A relação é, portanto:
v(t) = L di (t)
dt

A indutância de um indutor e medida em HENRY, abreviado H. Como 1H e um valor muito grande de indutância para os circuitos normais, usam-se os submúltiplos do Henry:
1 milihenry = 0,001 H = 1mH
1 microhenry= 0,000001 H = 1 uH

Um indutor, ou bobina, com a forma de hélice de passo muito pequeno, possui uma
indutância, em Henry (H) dada por:

L = μ N²A
I

Onde, A = área da seção reta;
N = número de espiras;
l = comprimento da hélice;
μ = permeabilidade magnética do material que está dentro da hélice.

A equação nos mostra que a tensão no indutor só existe se houver variação da doindutor. De modo mais objetivo ela nos mostra que não há tensão num indutor em que exista apenas uma corrente constante, independentemente da magnitude dessa corrente. Logo o indutor é um curto-circuito para corrente contínua.
Um outro fato, evidenciado pela equação, é relacionado a uma variação infinita da corrente no indutor, como, por exemplo, a corrente variando bruscamente de um valor aoutro. A esta descontinuidade de corrente deve estar associada uma voltagem infinita. Em outras palavras, se desejarmos produzir uma variação brusca na corrente de um indutor, devemos aplicar uma voltagem infinita. Como uma voltagem infinita de excitação não pode ser gerada por um dispositivo físico real, não é possível variar bruscamente a corrente num indutor.

Da equação de definição do indutorpodemos escrever:

di = I .v( t ). dt
L

FORMATOS E TIPO DOS INDUTORES

Os indutores podem tomar uma grande variedade de formatos e é necessário um conhecimento pratico para identifica – lós e não confundi – lós como outros componentes eletrônicos. O tamanho dos indutores e proporcional a sua indutância e quanto maior o numero de espiras de um indutor, maior e asua indutância em Henrys.

Quando o comprimento da bobina é aumentado, mantendo-se o número de voltas inalterado, o espaço entre as voltas aumenta. Isso diminui a indutância da bobina.
 

Principais tipos de indutores
Bobinas com núcleo de ar: São indutores que não utilizam núcleo de material ferromagnético. Possuem baixa indutância e são utilizadas em altas frequências, pois não...
tracking img