Incendio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5663 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
Tecnologia de Prevenção no Combate ao Sinistro






Aidê Amorim







Rondonópolis-MT
2012
Aidê Amorim






TPCS
Tecnologia de Prevenção no Combate ao Sinistro









Trabalho apresentado ao Curso de Técnico de Segurança do Trabalho da MAIS SISTEMA DE ENSINO, do Professor Adre Luiz Vieira, referente ao móduloTecnologia de Prevenção no Combate ao Sinistro.















Rondonópolis-MT
2012
1- RESUMO
O presente artigo avalia, por meio de uma revisão bibliográfica, o modelo tradicional de treinamento em combate a incêndio que se desenrola em pátio aberto e como é inadequado para capacitar bombeiros para combaterem incêndios estruturais dentro das edificações sinistradas, destacando aimportância do treinamento para eficiência e segurança do combate, as diferenças entre os incêndios estruturais e o que ocorre nos treinamentos em pátio aberto, o binômio segurança-realismo que envolve os treinamentos que buscam eficiência Conclui-se que os treinamentos nos moldes da doutrina CFBT são seguros e eficientes para capacitarem os bombeiros para conhecer o comportamento do fogo emambientes fechados, reconhecer os fenômenos que podem decorrer do comportamento extremo do fogo e aplicarem técnicas adequadas ao combate a incêndio de modo ofensivo.

Este trabalho, é uma pesquisa aplicada que analisa a organização de viaturas de combate a incêndio no CBMDF. Fundamenta-se em referencial teórico bibliográfico e documental e e em estudo de múltiplos casos representados pelas viaturasativadas nos Grupamentos. Após identificarem-se critérios de organização de ambientes de trabalho comum e emergencial aplicáveis a viaturas de combate a incêndio, avaliaram-se, segundo esses critérios e por meio de observação direta, entrevistas, questionários e pesquisa documental, as viaturas de combate a incêndio ativadas em Grupamentos do CBMDF, até a saturação teórica; e finalmenteinvestigou-se o contexto de doutrina e Comando que determina essa organização. Em seguida, foram apresentadas recomendações como proposta de ações a serem adotadas pelo CBMDF com o objetivo de aprimorar a organização das viaturas de combate a incêndio.
















1.1- APRESENTAÇÃO
A fabricação de equipamentos de proteção individual, neles incluídos os de proteção respiratória, muitofoi incrementada em termos tecnológicos nas últimas décadas. Com o equipamento atual o bombeiro é capaz de aproximar-se mais do fogo e do calor para combater incêndios de modo mais eficiente. Desta feita, o combate a incêndio moderno pode ser realizado a partir do interior das edificações. Com essa evolução, a doutrina de combate a incêndio passou a considerar para o combate a incêndios táticas deduas classes: defensiva e ofensiva (OLIVEIRA, 2005, p. 68 e GRIMWOOD, 2008). A primeira consiste no combate externo à edificação sinistrada e a segunda, nas operações de combate realizadas a partir do interior da edificação sinistrada.
Ocorre que o treinamento dos bombeiros não se desenvolveu no mesmo passo. Ainda hoje, no Brasil e até em países desenvolvidos como os Estados Unidos, bombeiroscivis e militares são preparados com métodos de treinamentos que eram aplicados no início do século passado, quando o combate era feito exclusivamente de modo defensivo, distante do fogo e externamente à edificação sinistrada. Não se preparam os bombeiros hoje para o combate ofensivo, o que torna esse tipo de combate ineficiente e inseguro.
O presente artigo tem por escopo analisar: a importânciados treinamentos para a eficiência e segurança do combate a incêndio, sobretudo no interior de edificações; a ineficiência do modelo tradicional de treinamento em preparar bombeiros para o combate ofensivo; a necessidade de implementar realismo nos treinamentos e como isso afeta a segurança e, por fim, a doutrina de treinamento chamada de Compartment Fire Behavior Training como proposta eficiente...
tracking img