Impostos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (507 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Impostos incidentes sobre empresas

A cobrança de tributos à empresa começa antes mesmo que esta esteja constituída visto que até mesmo para a sua constituição é cobrado taxas pelos órgãosresponsáveis pelo cadastramento. Essas taxas são destinadas, no nosso estado, à JUCEG (Junta Comercial do Estado de Goiás) através de DARE – Documento de Arrecadação Estadual – e a DNRC (Departamento Nacionalde Registro do Comércio) através de DARF – Documento de Arrecadação da Receita Federal. No caso de empresário individual a taxa cobrada pela JUCEG é equivalente a R$ 108,00 e a taxa cobrada pela DNRCé R$ 10,00.
Após a empresa constituída e seus tramites de abertura completados, deverá ser observado a forma de tributação desta. A empresa dispõe de três formas principais de tributação: SimplesNacional, Lucro Presumido e Lucro Real.
Independente da forma de tributação a empresa pagará aos cofres públicos o PIS, COFINS, IRPJ, CSLL e ICMS, INSS patronal, porém cada forma de tributação dispõede alíquotas e formas de recolhimento diferentes.
Se esta empesa for ME (receita bruta igual ou inferior a R$120.000,00, no ano-calendário) ou EPP ( receita bruta superior a R$120.000,00 e igual ouinferior a R$1.200.000,00, no ano-calendário), ela pode se enquadrar no Simples Nacional pois o CNAE 4530-7/03 – Comércio a varejo de peças e acessórios novos para veículos automotores ou 4530-7/04 –Comércio a varejo de peças e acessórios usados para veículos automotores não são impeditivos ao Simples Nacional. Sendo assim, a empresa pagará os impostos federais e estaduais (PIS, COFINS, IRPJ,CSLL, ICMS e INSS patronal – CPP) através de uma guia de recolhimento única, com as alíquotas conforme Anexo I da Lei Complementar 139/2011.
Esta empresa pode optar também pela forma de tributação doLucro Presumido no qual pagará os mesmos impostos porém com alíquotas diferentes, tais como:
• PIS 0,65%
• COFINS 3%
• IRPJ 1,2% (alíquota efetiva)...
tracking img