Impacto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1172 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO




Em 1934 foi criado o Código Florestal no governo Getulio Vargas, numa tentativa de controlar o uso dos recursos naturais. Em 1965, foi criado o “novo” Código Florestal Brasileiro, que exige a preservação das Áreas de Preservação Permanente (APP), que são considerados locais frágeis, a beira de rios, encostas e topos de morros, e da reserva legal que é a preservação deuma metragem de mata nativa dentro de cada propriedade rural. Os proprietários que eventualmente já tivessem desmatado esses locais teriam de se responsabilizar pela recomposição da área.

Atualmente temos o Código Florestal Brasileiro, que esta em vigor desde 1965, com algumas modificações em 1989 e 2001, porem durante anos que a lei esta em vigor, ela não era seguida a risca , e nem haviaforte fiscalização. Nos últimos anos ouvimos falar mais em desenvolvimento sustentável, e preservação de natureza, o que se tem exigido de proprietários se adequarem dentro da lei.

Agora estão querendo modificar novamente o código, e isso tem gerado conflitos entre ruralistas e ambientalistas, principalmente quando se trata de Áreas de Preservação Permanente (APP).

Osruralistas defendem a diminuição das Áreas de Preservação Permanente (APP) para que eles possam expandir o setor agrícola, o que não agrada nem um pouco os ambientalistas que por sua vez, defendem a metragem que é obrigada hoje pelo Código Florestal Brasileiro, não aceitando assim que essa área seja diminuída, alegando que se houvesse a diminuição afetaria diretamente os cursos de água, a biodiversidade,a proteção do solo, etc..., além disso os ambientalistas defendem o fato de que existem outras áreas que podem ser recuperadas para então se expandir o setor agrícola.











1. DESENVOLVIMENTO


[pic]

( Floresta Amazônica / editorart.wordpress.com)




O Código Florestal Brasileiro, esta diretamente relacionado com o nosso modode viver, tem a preocupação de garantir a todos um meio ambiente mais equilibrado e saudável para uma melhor qualidade de vida. O CFB trata da proteção dos nossos rios, lagos e córregos, ou seja da água que todos necessitam para sobreviver, da preservação das Áreas de Preservação Permanente (APP), que são locais considerados frágeis como encostas, topos de morros, e cursos de água.

Asmatas ciliares estão as margens de rios, cursos de água, lagos, topos de morros e encostas, tem a função de preservar recursos hídricos, a paisagem, a biodiversidade, a flora e a fauna nativa, alem de proteger o solo e garantir o bem estar da população humana.

A reserva legal é uma área de vegetação nativa, que deve ser preservada dentro de propriedades rural, e conservada sua vegetaçãooriginal, pois garantem a conservação da biodiversidade, o uso controlado dos recursos naturais, e protegem a fauna e a flora.

Em junho de 2010 o deputado Aldo Rebelo, apresentou um projeto de nova lei do CFB, para substituir o código atual , com vistas a expansão da agricultura, e para legalizar algumas propriedades rurais, que hoje de acordo com o código atual esta na ilegalidade. Aproposta de modificações do Código Florestal Brasileiro (Lei nº4771 de 15/09/1965), afetaria diretamente a vida de todos os seres humanos, pois todos os seres dependem dos recursos da natureza para sobreviver.

Nos últimos anos tem acontecido muitos desastres climáticos no país. Podemos citar um exemplo recente, o desastre que ocorreu na região serrana do Rio de Janeiro, em janeiro 2011, ondemuitas pessoas morreram, outras perderam parentes, amigos, e ficaram desabrigadas. Isso ocorre pelo fato do homem estar cada vez mais presente nas áreas urbanas, como podemos ver no gráfico abaixo, a liderança da região sudeste na urbanização ate o ano 2000.




[pic]

Com esse aumento da população, as pessoas passaram a construir suas casas em locais perigosos, em áreas de riscos,...
tracking img