Imapactos causados pela engenharia civil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1722 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MEIO AMBIENTE NA CONSTRUÇÃO CIVIL
Eduardo de Sousa Beltrame
RESUMO
A indústria da construção civil, embora possa não ser percebida em um primeiro
momento, é responsável por grandes impactos ambientais. É uma indústria muito
abrangente e com necessidades específicas em casa obra, porém os conceitos de
minimização de impactos são únicos. Apesar se ter certa dificuldade em abraçar novastecnologias e novos procedimentos, conseguimos ótimos resultados com ações
simples visando a diminuição dos impactos ao meio ambiente.
Palavras-chave: meio ambiente; construção civil; resíduos.
1 INTRODUÇÃO
A indústria da construção civil tem uma participação de aproximadamente 40%
na economia mundial (HANSEN, 2008). Isto mostra o tamanho desta indústria e quanto
ela influencia não só naeconomia, mas também no meio ambiente e na sociedade
como um todo. Porém ela é uma industria muito abrangente e diversificada, onde temse
um grande desafio na introdução de melhorias e quebras de paradigmas. Mas
devido a esta abrangência, qualquer modificação introduzida traz resultados muito
significativos.
A construção civil, mesmo que não seja tão perceptível em um primeiro
momento, é umaatividade extremamente poluente e com um produto final que
consome muitos recursos naturais. E isto ainda é agravado pelo fato de que novas
tecnologias que poderiam atenuar o impacto ao meio ambiente, encontram grandes
resistências.
Mas quais são os impactos do setor ao meio ambiente? Ceotto (2008) cita
alguns destes impactos:
· A operação dos edifícios consome mais de 40% de toda energia produzidano
mundo;
· Consome 50% da energia elétrica e 20% do total de energia produzida no Brasil;
· A construção civil gera de 35% a 40% de todo resíduo produzido na atividade
humana;
· Na construção e reforma dos edifícios se produzem anualmente perto de 400 kg
de entulho por habitante, volume quase igual ao do lixo urbano;
· A produção de cimento gera 8% a 9% de todo o CO2 emitido no Brasil,sendo
6% somente na descarbonatação do calcáreo;
· Assim como o cimento, a maioria dos insumos usados pela construção civil é
produzida com alto consumo de energia e grande liberação de CO2.
Além disso, a construção civil é responsável pelo consumo de 66% de toda
madeira extraída, gera 40% de todos resíduos na zona urbana, e é uma atividade
geradora de poeira, seja na extração de matériaprima, seja na obra. (HANSEN, 2008).
O Programa HABITARE1 financiou uma importante pesquisa sobre perdas na
construção, junto com 18 Universidades e 52 empresas. A tabela 1 resume alguns dos
resultados obtidos com esta pesquisa. Embora muito das perdas da construção ocorra
na forma de entulho e resíduos descartáveis (portanto facilmente quantificáveis), vale
lembrar que também temos outros tiposde perdas, como por exemplo o gasto de
materiais em excesso, ficando este incorporado a construção. Muitas vezes esta perda
passa despercebida e não é contabilizada.
Cimento Aço
Blocos e
tijolos
Areia
Concreto
Usinado
Mínimo 6 2 3 7 2
Máximo 638 23 48 311 23
Mediana 56 9 13 44 9
TABELA 1: Perdas de alguns materiais de construção em canteiros brasileiros (%). Fonte: John, 2000.
O quemais interessante desta tabela é a grande variação nas perdas de um
mesmo tipo de material entre diferentes empresas e canteiros de uma mesma
empresa. Isto revela o potencial para uma redução significativa das perdas sem
grandes mudanças na base tecnológica (JOHN, 2000). Admitindo que as atividades de
construção de edificações possuem perdas médias para o cimento de 56% (mediana
da amostra),pode-se estimar que se essas perdas fossem reduzidas para 6% (valor
mínimo encontrado da amostra) seria possível aumentar em 50% a produção de
edificações, mantendo-se constante o consumo de cimento do setor.
Claro que na prática não é tão simples assim. Mas esta conta rápida serve para
demonstrar o grande potencial que a indústria da construção tem para colaborar com a
redução no impacto ao...
tracking img