Ideias inovadoras com base nos 3r e o olhar governamental para sua real efetivaçao

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4475 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
REVISAO DE LITERATURA

1. A SUSTENTABILIDADE COMO UM TODO
Há aproximadamente 25 anos o termo “sustentabilidade” foi utilizado pela primeira vez pela norueguesa Gro Brundtland, ex-primeira ministra de seu país. Em 1987, como presidente de uma comissão da Organização das Nações Unidas, Gro publicou um livreto chamado Our Common Future(nosso futuro em comum), que relacionava meio ambiente comprogresso. Nele, escreveu-se pela primeira vez o conceito: que desenvolvimento sustentável significa suprir as necessidades do presente sem afetar a habilidade das gerações futuras de suprirem as próprias necessidades. A proposta não era só salvar a Terra cuidando da ecologia, mas suprir todas as necessidades de gerações sem esgotar o planeta.
Nas décadas seguintes, grandes conferências mundiaisforam realizadas, como a Rio’92, no Rio de Janeiro, em 1992, e a Rio+10, em Johanesburgo, em 2002. Nessas reuniões, protocolos internacionais foram firmados a fim de rever as metas e elaborar mecanismos para o desenvolvimento sustentável. O desafio global de melhorar o nível de consumo da população mais pobre e diminuir a pegada ecológica e o impacto ambiental dos assentamentos humanos no planeta foio grande tema em debate.
Tendo suas raízes cada vez mais difundidas com o passar do tempo. Uma das principais razões pelo crescimento desta temática é a preocupação crescente com a escassez de recursos naturais, principalmente de fontes não renováveis, devido à exploração descontrolada do meio ambiente pelo homem e o impacto da globalização no mundo moderno, o que o torna cada vez mais amplo ecomplexo. A sustentabilidade em si, tem haver com o equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e social e a proteção ao meio ambiente.

Cada vez mais se ver o interesse pelo cuidado e preservação ambiental, fruto dos apelos e alertas da mídia e trabalhadores a favor da natureza. E quem nunca ouviu falar dos 3R? Ou nos 5R? Esses deixam claro o não interesse pela preservação. Asustentabilidade e o princípio dos R’s estão diretamente ligados por nos levarem a fazer ações benéficas ao meio ambiente, pois estes nos levam a uma ação sustentável.
Ser sustentável não é apenas ter uma coleta seletiva, fazer uma gestão a seu lixo ou resíduos, não basta apenas usar sacola retornável no supermercado ou manter a torneira fechada enquanto escovamos os dentes. Ser sustentável é serresponsável social, ecológico e economicamente, é ter projetos e metas para minimizar os impactos advindos de suas atividades, mantendo a qualidade de sua vida e das pessoas, consumir de forma consciente os recursos naturais sendo eles renováveis ou não, é ter uma visão não micro e sim macro da importância de seus atos que podem vir a ser benéficos ou não. Tudo isso associado ao respeito e preservação domeio ambiente.
Vale lembrar que a sustentabilidade se aplica a qualquer empreendimento humano, de um país a uma família. Toda atividade que envolve e aglutina pessoas tem uma regra clara: para ser sustentável, precisa ser economicamente viável, socialmente justa, culturalmente aceita e ecologicamente correta.
O desenvolvimento sustentável sugere qualidade em vez de quantidade, com a reduçãodo uso de matérias-primas e produtos e o aumento da eficiência, da reutilização, reaproveitamento e da reciclagem. Para ser alcançado, depende de planejamento e do reconhecimento de que os recursos naturais são finitos. Esse conceito representou uma nova forma de desenvolvimento econômico, que leva em conta o meio ambiente. É, portanto, o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro,pois procura harmonizar dois objetivos: o desenvolvimento econômico e a conservação ambiental.

O egoísmo muitas vezes fala mais alto e nos trapaceia, não nos deixando enxergar que nossa própria vida depende do equilíbrio da natureza e que, sem ela não seriamos absolutamente nada. Assim seguimos a ignorar esses R’s tão valiosos e damos mais valor às nossas falsas necessidades de consumo,...
tracking img