Idamedia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3322 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTONIO CARLOS-FUPAC
FACULDADE UNIPAC DE EDUCAÇÃO, ESTUDOS SOCIAIS E
CIÊNCIAS JURÍDICAS DE UBERABA-MG


CURSO DE DIREITO

TRABALHO DE SOCIOLOGIA

PROFESSOR: PAULO ROBERTO
ALUNO: MARCOS ACÁCIO MORAIS DE OLIVEIRA JUNIOR

UBERABA
-2012-

PROPOSTA DO TRABALHO:

Elaborar um texto no qual esteja evidencias eexplicações das características da Idade Média e os mecanismos de transformação utilizados para se conseguir a centralização do poder. Citando os Teóricos do Absolutismo que contribuíram para essa transformação.

I. INTRODUÇÃO:

A História Medieval é o período da história do Ocidente situado entre a História Antiga e a História Moderna.
A definição do etapismo histórico é algo que geramuita discussão entre os historiadores. A forma como estamos acostumados com os períodos históricos é uma convenção totalmente baseada na realidade da história européia. Usualmente, utilizamos História Antiga, História Medieval, História Moderna e História Contemporânea para determinar os momentos em que as condições de vida e as relações humanas foram diferenciadas ao longo da história. Mas esteponto de vista eurocêntrico não leva em consideração a existência de outros povos e outras civilizações fora do continente europeu ou de sua área de abrangência antes da Idade Moderna. América e África, por exemplo, apenas são inseridas na história da humanidade, segundo esta conceituação, a partir da História Moderna, enquanto, na verdade, possuíam civilizações tão bem estruturadas quanto àquelasque existiam na Europa.
A História Medieval representa uma quebra nos padrões existentes em seu período anterior, a História Antiga. Esta fase chegou ao fim através de variações em fatores políticos. É preciso lembrar que as mudanças nos períodos históricos não são variações que ocorrem em datas estabelecidas, as pessoas em suas épocas não tinham consciência de que passaram a viver um períododiferente da história da humanidade. Essas divisões e determinações dos períodos são elaboradas pelos historiadores, depois que tudo já ocorreu, para estabelecer recortes cronológicos que favorecem didaticamente e nas pesquisas.
O início da Idade Média, também chamada de era Medieval, é caracterizado pela queda do Império Romano, em 476. A invasão dos povos bárbaros causou a fragmentação de umgigantesco império, alterando as relações políticas daí por diante.
Historiadores dividem a Idade Média em três períodos: Alta Idade Média, Idade Média Clássica e Baixa Idade Média. Essa divisão ocorre porque é possível notar variações na estrutura geral dentro do próprio período Medieval. Assim, a Alta Idade Média é compreendida entre os séculos V e X, marcada pelo período de fragmentação total doImpério Romano e transição para uma nova realidade estrutural. A Idade Média Clássica é situada entre o século XI e o XIII, é neste momento em que estão os elementos mais populares do período Medieval, como feudos, suserana e vassalagem e cavalaria, por exemplo. A Baixa Idade Média, correspondente aos séculos XIV e XV, já representa uma fase de transição para o novo período, no qual novos elementoscomeçam a alterar a estrutura Medieval.
Na Idade Média, a Igreja Católica aumenta significativamente seu poder e capacidade de influência sobre a população. É neste período da história que a instituição tem mais poder e por isso condiciona o cotidiano de todas as relações. A soberania da Igreja interfere nas Artes, na Arquitetura, na Política, na Cultura, na Filosofia, nas guerras, além, claro, dasquestões religiosas.
As principais características da Idade Média são: o feudalismo, as relações de suserania e vassalagem, as Cruzadas, as ordens de cavalaria e a Peste Negra.

II. CARACTERÍSTICAS DA SOCIEDADE MEDIEVAL:

O feudalismo foi o sistema pelo qual as terras dos reis foram dividas em feudos, nos quais trabalhavam os servos para seus senhores. Os feudos produziam para...
tracking img