Hidraulica - perda de carga linear

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2363 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
INSTITUTO DE PESQUISAS HIDRÁULICAS
DEPARTAMENTO DE HIDROMECÂNICA E HIDROLOGIA
MECÂNICA DOS FLUIDOS E HIDRÁULICA II (IPH01102)







RELATÓRIO 1
PERDA DE CARGA LINEAR










Bruna Rodrigues Linck
Francisco Pereira da Silva
Gustavo Lopes Zugno
Paula Piccolo de Lemos
Ruane Fernandes de Magalhães





Porto Alegre, Outubrode 2011
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO..........................................................................................................02
2 OBJETIVOS.............................................................................................................03
3 MATERIAL E MÉTODOS....................................................................................04
4 RESULTADOS E SUASANÁLISES....................................................................08
5 CONCLUSÃO......................................................................................................14
6 BIBLIOGRAFIA..................................................................................................15



























1 - Introdução

A perda de cargade um fluido em um escoamento ocorre devido a diversos efeitos ao longo do escoamento, essa perda é função da rugosidade, viscosidade e das características geométricas do contudo. L.F. Moody, plotou a equação da perda de carga em um diagrama de dupla entrada: número de Reynolds em função do fator de perda de carga e da rugosidade relativa, assim podemos determinar a rugosidade relativa de umconduto graficamente.
Esse tipo de estudo é fundamental para obras hidráulicas e dimensionamento de tubulações e condutos, pois com a rugosidade determinamos qual material deve ser usado para obtermos os parâmetros desejados.


























2 – Objetivos

Temos como objetivo inicial determinar a vazão e a velocidade de três pontos de um escoamento e aperda de carga nesses trechos, a partir de dados coletados no laboratório. A partir dai calculamos o número de Reynolds e o fator de perda de carga para que possamos determinar a rugosidade relativa desse conduto pelo diagrama de Moody. Com esse dado podemos comparar com as tabelas comerciais identificando o material, e observando se confere com a rugosidade do ferro fundido, material do condutoestudado em laboratório. Por fim faremos um gráfico comparando a relação da variação da perda de carga no conduto em função da vazão da rugosidade calcula e da rugosidade tabelada. Neste gráfico, identificaremos os diferentes regimes de escoamento e o ajustaremos em uma equação do tipo [pic].
























3 – Materiais e métodos:


3.1-Instalações:

Noexperimento utilizou-se um circuito hidráulico contendo: um registro gaveta, utilizado para controle da vazão na tubulação; um manômetro de mercúrio conectado em dois pontos de um tubo de Venturi, para determinação da vazão, e um manômetro de dissulfeto de carbono conectado a dois pontos da tubulação, utilizado para determinação da perda de carga.
















3.2-Procedimentos doexperimento:

Após a abertura do registro gaveta e da estabilização do sistema, leram-se as alturas manométricas no papel milimetrado encontrado atrás dos tubos manométricos de ambos os manômetros. Repetiu-se o processo mais duas vezes com uma diferente abertura no registro gaveta (vazão).

Valores obtidos no laboratório:
|  |Manômetro de Mercúrio|Manômetro de Dissulfeto de Carbono |
|Ensaio |H1 [mm] |H2 [mm] | ΔH [mm] |h1 [mm] |h2 [mm] | Δh [mm] |
|1 |196 |163 |33 |826 |124 |702 |
|2 |191 |169 |22 |714...
tracking img