Herpes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1686 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO


O termo herpes, de origem grega, que significa rastejar (como serpente), foi utilizado por Hipócrates para designar lesões cutâneas disseminadas, de etiologia variada. A erupção herpética que aparece na região perioral, durante uma “crise febril”, foi, inicialmente, descrita por volta do ano 100 a.C. pelo médico romano Heródoto.
A infecção pelo vírus HerpesSimplex (Herpes simplex vírus [HSV]) está entre as mais comuns infecções virais crônicas observadas na população geral e é a principal causa de úlcera genital no mundo. Os vírus Herpes simplex 1 (HSV-1) e Herpes simplex 2 (HSV-2) são membros da família Herpetoviridae, que infectam seres humanos.
O HSV-2 é predominante o patógeno genital, enquanto HSV-1 é detectado em aproximadamente 15% dasinfecções herpéticas genitais e está mais comumente associado a infecções orofaciais e encefalite.
O HSV-1 e HSV-2 podem ser adquiridos pelo contato com secreções em mucosas oculares, orais, genitais e anais, bem como pela pele. A infecção por HSV-2 é geralmente transmitida sexualmente. O HSV-1 tem sido responsável por uma proporção crescente de herpes genital;causa infecção menos severa e commenos tendência a recidiva.
O homem é o único reservatório natural da infecção pelo HSV que ocorre no mundo inteiro, não havendo vetores animais conhecidos na transmissão.












2. Agente etiológico

Os Herpes Simplex Vírus (HSV), tipos 1 e 2, pertencem à família Herpesviridae, da qual fazem parte o Citomegalovírus (CMV), o Varicela Zoster Vírus (VZV), oEpstein-Barr Vírus (EBV), o Herpesvírus humano 6 (HHV-6) e o Herpesvírus humano 8 (HHV 8). Embora os HSV 1 e 2 possam provocar lesões em qualquer parte do corpo, há predomínio do tipo 2 nas lesões genitais e do tipo 1 nas lesões periorais. São DNA vírus que variam quanto à composição química e podem ser diferenciados por técnicas imunológicas.
Assim como outros membros da família Herpesviridae, oherpes simples é constituído de um filamento linear de um DNA de dupla fita envolvido em uma capa protéica.
Uma das características bastante particulares de todos os herpesvírus é a capacidade de estabelecerem latências vitalícias dentro de células específicas. Tal fato é de fundamental importância na patogênese da infecção pelo HSV.3. Tipo de Resposta Imunológica

O HSV pode infectar diversos tipos celulares (fígado, pulmão, retina, etc.), todavia a infecção primária tende a ser limitada à pele em volta do sítio de inoculação e aos gânglios nervosos sensitivos relevantes. Isto provavelmente se deve à ação da IMC, uma vez que doenças disseminadas ocorrem em adultos com comprometimento da imunidade celular.Certamente, a imunidade humoral parece ter um papel limitado na prevenção da reativação; entretanto, ao contrário do que se pode esperar, os indivíduos com recorrências freqüentes apresentam títulos de anticorpos mais altos do que aqueles com menos recorrências.
Os epítopos virais responsáveis por gerar a resposta imune ainda não estão bem definidos. Enquanto os anticorpos contra asglicoproteínas virais são comuns, outras proteínas, inclusive nucleproteínas, podem ser importantes, pois apenas as proteínas submetidas a processamento nas células apresentadoras de antígeno e expressas com as moléculas da classe II do complexo de histocompatibilidade principal são reconhecidas pelo sistema imune.

































4. Transmissão eepidemiologia


A transmissão do vírus se faz preferentemente por contato direto pessoa – pessoa, mesmo que não haja lesão ativa. A infecção através de objetos pode existir, mas é menos comum. O tempo que medeia entre o contato e os sintomas iniciais (período de incubação) é estimado em duas semanas. Em torno de 90% das pessoas tiveram ou terão contato com o HSV-1 e cerca de 20% com o...
tracking img