Hepatite b entre estudantes de odontologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (294 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Artigo original / Original Artice

Adesão e conhecimento de medidas de proteção individual contra a Hepatite B entre estudantes de Odontologia Compliance and knowledge of individual protectivebrarriers against hepatitis B among dental students
Ana Flávia Granville-Garcia*; Beatriz Barreto Batista**; Alessandro Leite Cavalcanti***; Sérgio d´Avila***; Ruthinéia Diógenes Alves UchôaLins****; Valdenice Aparecida de Menezes***** * Professora Doutora I de Odontopediatria do Departamento de Odontologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) ** Aluna de Graduação do Departamento deOdontologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) *** Professor Doutor I de Saúde Coletiva do Departamento de Odontologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) **** Professora Doutora Ide Periodontia do Departamento de Odontologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) ***** Professora Adjunta de Odontopediatria da Faculdade de Odontologia de Pernambuco (UPE)

DescritoresEstudos transversais; Odontologia; Hepatite B.

Resumo Este estudo tem como objetivo verificar a adesão e o conhecimento de medidas de proteção individual contra a Hepatite B entre estudantes deOdontologia da UEPB. Para isso, foi realizado um estudo transversal por meio de um questionário semiestruturado, no qual participaram 169 estudantes, divididos em dois grupos (com e sem atividadeclínica). A prevalência de alunos que tiveram a doença foi de 5,5%. O uso de luvas e jaleco foi uma constante, e percentuais de 96,2%, 95,3% e 56,6% afirmaram que sempre utilizavam gorro, máscara eóculos de proteção, respectivamente. O uso do jaleco fora do ambiente clínico foi relatado por 70,8%. Um percentual de 9,4% já sofreu um acidente ocupacional, sendo que 60% foram do tipopérfuro-cortante, constituindo-se a lavagem rigorosa o procedimento adotado em 45,5% dos casos. A imunização contra o VHB foi realizada por 69,8% dos alunos (p=0,022); 41,6% tomaram três doses da vacina (p
tracking img