Hans jonas o principio da responsabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 42 (10324 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ALENCASTRO, Mario Sergio. Hans Jonas e a proposta de uma ética para a civilização tecnológica

Hans Jonas e a proposta de uma ética para a civilização tecnológica Hans Jonas and the proposal for an ethics for the technological civilization
Mario Sergio ALENCASTRO*

RESUMO
A crise ambiental contemporânea é o cenário a partir do qual se desenvolve o presente artigo. As sociedades modernasestão diante de um grande paradoxo, pois, ao mesmo tempo em que a tecnologia se faz cada vez mais presente na vida das pessoas, as suas consequências, muitas vezes imprevisíveis e perigosas para o ser humano e meio ambiente, estão impondo novas reflexões axiológicas. Nesse contexto, o objetivo principal do trabalho é discutir a possibilidade da formulação de uma ética de responsabilidade, em face dacrise ambiental da civilização técnico-científica. Para tanto, tomou-se como referência a teoria ética proposta por Hans Jonas, autor emblemático no campo do ambientalismo e cuja contribuição teórica parece mais pertinente às questões que serão abordadas. Palavras-chave: ética; meio ambiente; responsabilidade.

ABSTRACT
The contemporary environmental crisis is the framework for this paper.Modern societies face a great paradox: as technology is becoming ever present in modern life; its frequently unexpected and even dangerous consequences for human beings and the environment call for new ethical reflections. In this context, the purpose of this paper is to discuss the possibility of formulating an ethics of responsibility towards the environmental crisis of the technical-scientificcivilization. To this end, the ethics proposed by Hans Jonas, an emblematic author in the environmentalism field, whose theoretical contributions seem to be very pertinent to the issues addressed here. Key-words: ethics; environment; responsibility.

Introdução
O presente artigo é resultado da tese de doutoramento do autor e reproduz algumas reflexões desenvolvidas

naquele trabalho. Tem porobjetivo principal chamar a atenção sobre a obra de Hans Jonas, filósofo que apresentou uma sistemática tentativa de fundamentar uma ética para a civilização tecnológica, com fortes reflexos na questão

*

Professor na Universidade Tuiuti e nas Faculdades Integradas Santa Cruz, Curitiba/PR. E-mail: contato@alencastro.pro.br.

Desenvolvimento e Meio Ambiente, n. 19, p. 13-27, jan./jun. 2009.Editora UFPR

13

ALENCASTRO, Mario Sergio. Hans Jonas e a proposta de uma ética para a civilização tecnológica

ambiental, e que tem servido de inspiração para as mais diversas discussões sobre o tema1. Defende-se novamente aqui a ideia de que a atual crise ambiental que assola a humanidade é fruto de uma lógica de ação – um ethos2 – que tem caracterizado as modernas sociedades industriaiscapitalistas, que veem o ambiente natural apenas como fonte de matéria-prima para a produção de mercadorias, e a natureza como algo aberto e disponível para todo tipo de manipulação e exploração técnico-científica com fins econômicos. Partindo-se do pressuposto de que a ética auxilia as sociedades a buscar o que é bom e desejável para todos, emerge a questão: por que ainda há esse impasse no que dizrespeito à construção de uma ética de responsabilidade e cuidado para com o meio ambiente? Ou, como quis Karl-Otto Apel (1994, p.172), “uma ética de responsabilidade solidária em face da crise ecológica da civilização técnico-científica”, que possibilite a orientação ético-política fundamental para uma era marcada pelo agravamento da crise ambiental e que leva em consideração a sustentabilidadeplanetária e a responsabilidade para com as gerações futuras. Hans Jonas tentou resolver essa questão quando propôs uma ética de responsabilidade para com as gerações futuras e que nortearia o agir humano com vistas à sobrevivência planetária. Para ele, em face das terríveis intervenções do homem sobre a natureza, atitudes urgentes seriam necessárias. As gerações futuras não podem ser ignoradas e...
tracking img