Guerra do paraguai

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (276 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Guerra que opôs, entre 1864 e 1870, de um lado o Brasil, a Argentina e o Uruguai, formando a Tríplice Aliança e de outro o Paraguai. O equilíbrio na região platina semprefoi buscado pelos países que a compunham, de forma a assegurar que um deles detivesse poder excessivo na região.

O conflito teve início quando as relações entre o Brasil eo Uruguai chegaram a um ponto crítico, devido a constantes choques fronteiriços entre estancieiros uruguaios e rio-grandenses.

Apoiado pelo presidente paraguaioFrancisco Solano López, o presidente uruguaio Atanasio Aguirre recusou as exigências brasileiras de reparação formuladas pelo enviado especial José Antônio Saraiva.

Quando osbrasileiros sitiaram Montevidéu, terminando por derrubar Aguirre, Lopez invadiu a província de Mato Grosso, tomando Nova Coimbra e Dourados e logo depois a província argentinade Corrientes, visando chegar a seus aliados uruguaios. Em conseqüência, foi assinado em 1º de maio de 1865 o Tratado da Tríplice Aliança contra o Paraguai.

Os aliadosconseguiram, em 1865, a vitória naval da batalha do Riachuelo e a rendição dos paraguaios que haviam chegado a Uruguaiana, no Rio Grande do Sul.

Tomando a ofensiva, sob ocomando de Bartolomeu Mitre, presidente argentino, os aliados venceram as batalhas de Passo da Pátria e Tuiuti (1866). Quando o então marquês de Caxias, Luís Alves de Lima eSilva, assumiu o comando, a fortaleza de Humaitá foi conquistada. (1867).

Lopez retirou-se para mais próximo de Assunção, onde acabou derrotado nas batalhas da"dezembrada"(1868): Avaí, Itororó e Lomas Valentinas.

Assunção caiu e a última fase da guerra foi comandada pelo conde d'Eu, encerrando-se com a morte de Lopez em Cerro Corá (1870)
tracking img