graduanda


1-ANTECEDENTES E JUSTIFICATIVAS


O consumo de substancias psicoativas como o álcool, a maconha, o crack, a cocaína, dentre outros, é muitas vezes responsável por problemas graves à saúdepública, pela incidência e aumento da violência, além de trazer sérios riscos médicos e psiquiátricos, aumentando a morbidade e mortalidade.
Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU),o Brasil figuraentre os primeiros países das Américas com maior consumo de cocaína, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. E ainda o registro de maior aumento de consumo de maconha foi registrado no Brasil.
Adependência química é uma é uma patologia complexa e cheia de contingências. Existe uma classificação do consumo de substancias psicoativas de Bordin e Laranjeira (2004) que é a seguinte, uso: qualquerconsumo de substancias, seja para experimentar, seja esporádico ou episódico; abuso ou uso nocivo: no qual o consumo de substancias já está associado a algum tipo de prejuízo- biológico, psicológicoe/ou social; dependência: no qual o consumo é sem controle e geralmente associado a problemas sérios para o usuário.
Segundo o Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (2013) que é oManual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, existem onze critérios para diagnosticar a dependência de substancias psicoativas que são:
- uso em quantidades maiores ou por mais tempo que oplanejado
- desejo persistente ou incapacidade de controlar o desejo
- gasto importante de tempo em atividades para obter a substância
- fissura importante
- deixar de desempenhar atividades sociais,ocupacionais ou familiares devidoao uso
- continuar o uso apesar de apresentar problemas sociais ou interpessoais
- restrição do repertório de vida em função do uso
- manutenção do usoapesar de prejuízos físicos
- uso em situações de exposição a risco
- tolerância
- abstinência
Nesta nova edição do DSM(2013) a definição para dependência de substâncias sofreu importantes...