Graac

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4164 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE
CURSO DE PSICOLOGIA




Suellen Santana Torres
Suzanna Oliveira
Edenice Macedo
Francisco Erick



Casa de apoio (GACC): estudo sobre a sua importância na assistência às crianças com câncer











MANAUS-AM
2009

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE-UNINORTECURSO DE PSICOLOGIA








Casa de apoio (GACC): O estudo sobre a sua importância na assistência às crianças com câncer

Projeto de Pesquisa elaborado pelos acadêmicos Suellen Torres, Suzanna Oliveira, Edenice Macedo e Francisco Erick, sob orientação da Profa. MSc. Katiuscia Araújo de Farias e apresentado ao Curso de Psicologia, como Trabalho mensal do Curso de Psicologia, noCentro Universitário do Norte.









MANAUS-AM
2009
1. INTRODUÇÃO
Câncer é o nome dado às doenças que têm em comum o crescimento desordenado (maligno) de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se (metástase) para outras regiõesdo corpo.
O câncer da criança geralmente afeta as células do sistema sangüíneo e os tecidos de sustentação.
Entre os cânceres mais comuns em meninos, ou meninas estão às leucemias, os linfomas e os tumores do sistema nervoso central. Nas crianças, se compararmos com os adultos, a doença apresenta uma evolução mais rápida e na maioria dos casos, uma localização mais profunda no organismo.
Nestescasos, o tratamento é complexo, envolvendo os aspectos sociais, biológicos e emocionais da criança. Assim, existem diversas instituições responsáveis por atender, assistir e apoiar essa clientela, tais como Centros de Referencias, Hospitais e Casas de apoio.
Enfatizando o GACC (grupo de apoio a criança com câncer), destaca-se essa casa de apoio, pois assim como a maioria, não tem fins lucrativosnem distinção de raça, cor, condição social, vinculação política ou religiosa. A instituição tem o objetivo de atender crianças com câncer e seus familiares, a maioria é de baixa renda e vem principalmente dos interiores do Estado do Amazonas, Pará e de outros capitais como Boa Vista. Os abrigados ficam o tempo que e determinado pelo médico. Após a avaliação a estadia pode tornar-se até por tempoindeterminado, dependendo da gravidade da doença. Nesse aparato somente o paciente e um acompanhante geralmente do sexo feminino e que receberam esse apoio.
Portanto, o presente projeto de pesquisa visa descrever a contribuição do GACC na recuperação dessas crianças. Está dividido em etapas: introdução para fazer uma sinopse do assunto pesquisado, a justificativa para os dados da doença e casasde apoio no Brasil, o problema que ainda persiste com um índice de mortes. Os objetivos do trabalho, o referencial teórico que dar concretude para explanar a pesquisa e finalmente o referencial bibliográfico.
2. JUSTIFICATIVA
Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA, 2008. Disponível em: Acesso em: 25/04/2009) são estimado mais de 9000 casos de câncer infanto-juvenil, no Brasil, por ano. Ocâncer já representa a segunda causa de mortalidade proporcional entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, para todas as regiões. Como a primeira causa são aquelas relacionadas a acidentes e à violência, pode-se dizer que o câncer é a primeira causa de morte por doença, após um ano de idade, até o final da adolescência. Dessa forma, reverte-se de importância fundamental para o controle dessasituação e o alcance de melhores resultados.
A existência de casas de apoio a esses enfermos é de fundamental importância na recuperação dos mesmos. Segundo Valle (1997), o período de tratamento dessas crianças, quando ainda não ocorrem complicações, passa a constitui-se, dos retornos da radioterapia, ou quimioterapia, cujos ciclos podem variar de horas a vários dias. Quando ainda...
tracking img