Gestao de custos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1792 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM AUDITORIA E CONTROLADORIA














GESTÃO DE CUSTOS, PREÇOS E RESULTADOS: UM ESTUDO EM INDÚSTRIAS CONSERVEIRAS DO RIO GRANDE DO SUL
























MOSSORÓ
2011
BRAGA, Daniele Penteado Gonçalves; BRAGA, Alexandre Xavier Vieira; SOUZA, Marcos Antonio. Gestão de custos, preços eresultados: um estudo em indústrias conserveiras do Rio Grande do Sul. Contabilidade, Gestão e Governança - Brasília · v. 13 · n. 2 · p. 20 - 35 · mai/ago 2010.




Vemos que a atual situação econômica as empresas vêem a necessidade de inovar, buscar novos recursos visando reduzir custos, aumentar sua produtividade, e garantir a qualidade exigida pelos clientes. O termo custo é tratado deforma ampla, considerando os gastos classificados como despesas operacionais e despesas financeiras. Portanto, a manutenção de ativos operacionais, reflete a utilização de recursos e a geração de custos financeiros vindouros. A empresa estudada neste artigo está inserida nas indústrias de conservas sediadas no pólo conserveiro, da região de Pelotas, no estado do Rio Grande do Sul. O objetivo do estudoé identificar e analisar como as indústrias de conservas de doces estão gerenciando seus custos, seus estoques e seus preços de venda.
Em formação do preço de venda, o preço pode ser definido como a quantidade de dinheiro que o consumidor desembolsa para adquirir um produto, e que a empresa recebe em troca da cessão do mesmo. Há três influências principais que incidem sobre as decisões depreços: os clientes, os concorrentes e os custos. O estudo do comportamento dos custos proporciona a compreensão da sua influência nos preços e dos impactos resultantes das combinações de preços e volume de venda dos produtos.
Preços elevados podem reduzir as vendas, acarretando na ociosidade da estrutura produtiva e de pessoal, ou seja, na ociosidade e desperdício operacional. Os métodosde formação de preço são baseados no custo, nos concorrentes, nas características do mercado e no método misto. O conhecimento do mercado permite decidir se o produto será vendido a um preço mais alto, atraindo as classes economicamente mais elevadas, ou a um preço popular, atendendo as camadas de menor poder aquisitivo.
Em gestão de estoques, vimos que existem quatro tipos de estoques:mercadorias e produtos acabados; produtos em elaboração; matérias-primas e embalagens; materiais de consumo e almoxarifados. Cada um desses tipos de estoques possui causa própria para que as empresas invistam na sua manutenção. O administrador financeiro não deve considerar essas abordagens de manutenção de estoques como as únicas possíveis para solucionar os problemas enumerados. Há que se destacarque a gestão dos estoques no segmento conserveiro tem contornos especiais dada a perecibilidade e sazonalidade da principal matéria prima, ou seja, os frutos. De fato, a não disponibilidade de produção da fruta durante todo o ano e o curto prazo útil para sua utilização ensejam a necessidade de técnicas e planejamento mais acurados, além de investimento em estrutura especial de armazenamento.Em conceitos e práticas relacionadas à gestão de custos, vimos que custo é o gasto voluntário feito pela empresa para a elaboração de seus produtos. Há na empresa outros gastos voluntários que não se referem diretamente à elaboração de produtos: são despesas, e podem ser classificadas, conforme sua natureza, em despesas administrativas, comerciais ou financeiras. Além dos custos, das despesas,existem ainda os gastos voluntários relativos à aquisição de bens (imobilizado) ou a investimentos, os quais são registrados no ativo permanente.
Custos diretos são passiveis de direta apropriação aos objetos de custeio, já os custos indiretos são aqueles que não são facilmente identificados com o objeto de custeio. Custos fixos são aqueles que se mantêm inalterados no total para um...
tracking img