Gesso acartonado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1218 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FECHAMENTOS:
GESSO ACARTONADO




















I. INTRODUÇÃO

Gesso acartonado é um tipo de vedação seca, conhecida também como DRYWALL, foi inventado nos Estados Unidos, no ano de 1898, por Augustine Sackett. Vem apresentando, no decorrer dos anos, maior participação no mercado da construção civil no Brasil.

A placa de gesso acartonado éproduzida industrialmente, e leva no nome de suas matérias primas, o gesso e o papel cartão, conferindo respectivamente resistência à compressão e à flexão do produto acabado.

O sistema de vedações em drywall se aplica normalmente no interior da obra, como divisórias e forros, mas também existe o drywall para utilização externa, variando somente no tipo de estrutura, chapa e acabamento.II. FABRICAÇÃO

As chapas são compostas por miolo de gesso endurecido entre duas camadas de papel cartão (tipo “kraft”).
Esta combinação `sanduíche`de cartão – gesso – cartão, impede que ocorram as indesejáveis trincas devido a constantes dilatações do material com as amplitudes térmicas e a secagem da massa de gesso, visto que este já sai seco da indústria envolto no papel quelhe dá rigidez nas dilatações e impede o amarelamento do gesso.
O cartão empregado nos painéis é fabricado exclusivamente para este fim e recebe tratamentos em sua composição e estrutura (que são regidos por normas internacionais).






[pic]








Comercializam-se no mercado brasileiro os seguintes tipos de chapas de gesso acartonado:

• Standard: Placapadrão, branca ou marfin, e=12,5 mm
• Placa resistente à umidade (RU), verde;
Nesta placa o silicone é utilizado como aditivo ao gesso e o papel Kraft contém hidrofugante.
• Placa resistente ao fogo (RF), rosa.
Nesta placa há a presença de fibra de vidro no gesso.


III. APLICAÇÃO

As placas de gesso acartonado devem ser fixadas sobre um planoliso e estável, pois elas não apresentam muita resistência estrutural. Dessa forma, se as placas forem fixadas sobre um componente frágil, haverá o aparecimento de fissura nas placas [FERGUSON, 1996].

No Brasil costuma-se utilizar perfis de aço galvanizado para esse fim. Em alguns países como Canadá e Estados Unidos, emprega-se também estruturas de madeira.

A estrutura suporte écomposta pela guia e pelo montante. A guia é fixada horizontalmente, na parte superior e inferior da divisória, e o montante é fixado verticalmente, para a estruturação da divisória.

Para a fixação das placas de gesso à estrutura suporte, utiliza-se parafuso ou prego, sendo que esse último é empregado somente quando a estrutura for de madeira.

Ressalta-se que tanto os pregos comoos parafusos a serem empregados são designados especialmente para a fixação das placas de gesso acartonado, não se devendo utilizar pregos e parafusos não adequados a essa finalidade.

As placas recebem ainda, um processo de rejuntamento entre elas, para que não se obtenha, após o acabamento final da divisória (pintura, papel de parede, etc.), aspecto de um elemento modular. Para esteprocedimento utilizam-se massas para rejunte e fitas de reforço.

As placas de gesso possuem borda rebaixada, para que, após o rejunte entre as placas a divisória fique nivelada, sem saliências decorrentes do rejuntamento.
[pic]






Pode-se obter diferentes composições da divisória: desde o “esqueleto” preenchido com uma placa de cada lado até uma parede composta por dupla estruturae duas placas de cada lado, com os vazios preenchidos com isolante termo-acústico.




IV. TRANSPORTE E ARMAZENAMENTO

Antes da chegada dos materiais, deve haver um espaço destinado à armazenagem dos mesmos. Este local deve estar abrigado, limpo, seco e o piso deve ser plano e estar consolidado. Preferivelmente, este local deve ser próximo ao local da aplicação, portanto, nos...
tracking img