Gerero e diversidade na escola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5899 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Título: Gênero e Diversidade Sexual da Escola

Disciplinas: História, Filosofia e Sociologia

Justificativa:
Historicamente, a escola brasileira estruturou-se a partir de pressupostos tributários de um conjunto de valores, normas e crenças responsável por reduzir à figura do “outro” (considerado estranho, inferior, pecador, doente, pervertido, criminoso ou contagioso) quem não se sintonizacom os arsenais cujas referências eram (e são) centradas no adulto, masculino, branco, heterossexual, burguês, física e mentalmente “normal”. Preocupados com essas questões por falta de conhecimento mais aprofundado de toda a comunidade escolar, os professores participantes desse grupo de estudo decidiram em trabalhar (ou pelo menos elaborar este plano) com as questões de Gênero e DiversidadeSexual. O grupo entende que o respeito e o reconhecimento da diversidade deve ser elemento central da escola; não existirá qualidade de aprendizagem enquanto não garantirmos um ambiente pedagógico para todas as pessoas.
A escola tornou-se um espaço em que rotineiramente circulam preconceitos que colocam em movimento discriminações de diversas ordens: classismo, racismo, sexismo, heterossexismo,homofobia e outras formas de gestão das fronteiras da normalidade fazem parte da cotidianidade escolar. Não são elementos intrusos e sorrateiros, que, além de terem entrada franca, agem como elementos estruturantes do espaço escolar, onde são cotidiana e sistematicamente consentidos, cultivados e ensinados, produzindo efeitos sobre todos/as. As marcas permanentes que se atribui às escolas não sereferem aos conteúdos programáticos [...], mas [...] a situações do dia-a-dia, experiências comuns ou extraordinárias que vivemos no seu interior [...]. As marcas que nosfazem lembrar [...] dessas instituições têm a ver com as formas como construímos nossas identidades sociais, especialmente nossa identidade de gênero e sexual” (LOURO, 1999, p. 18-19). Isso vale também para as (re)configurações deidentidades étnico-raciais e os processos de edificação de hierarquias. A escola é um espaço obstinado na produção, reprodução e atualização dos parâmetros da heteronormatividade – um conjunto de disposições (discursos, valores, práticas) por meio das quais a heterossexualidade é instituída e vivenciada como única possibilidade natural e legítima de expressão (WARNER, 1993). Um arsenal que regula nãoapenas a sexualidade, mas também o gênero. As disposições heteronormativas voltam-se a naturalizar, impor, sancionar e legitimar uma única sequência sexo-gênero-sexualidade: a centrada na heterossexualidade e rigorosamente regulada pelas normas de gênero, as quais, fundamentadas na ideologia do “dimorfismo sexual”,(Tal ideologia sustenta a crença na existência natural de dois sexos que setraduziriam de maneira automática e correspondente em dois gêneros necessariamente complementares e em modalidades de desejos igualmente ajustadas a esta lógica binária e linear) agem como estruturadoras de relações sociais e produtoras de subjetividades (BUTLER, 2003). Não basta um discurso essencialista; falar politicamente correto, só isso não resolve o problema. Acreditamos que, com a realizaçãodesse projeto a escola se torne um espaço de respeito e harmonia e assim colaborando com o respeito, a promoção e desenvolvimento no interior da escola.

Objetivo Geral
Oferecer aos discentes da educação básica da rede pública do Colégio Estadual Dep. Arnaldo F. Busato, conhecimentos acerca da promoção, respeito e valorização da diversidade de orientação sexual e identidade de gênero, colaborandopara o enfrentamento da violência sexista e homofóbica no âmbito escolar.
Objetivos específicos
• Ensinar e demonstrar respeito pela diversidade sexual;
• Fornecer embasamento teórico sobre gênero, diversidade, identidades sexuais, homofobia e sexualidade;
• Identificar e aplicar novas formas de ensino e pesquisa em Gênero e Diversidade na Escola;
• Discutir as temáticas de corpo, gênero...
tracking img