Geradores cc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1436 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ANOTAÇÕES DE CONVERSÃO I CONVENÇÃO DE SINAIS
Bipolo Gerador Bipolo Receptor + + E I V I E = tensão produzida I = corrente produzida "Tensão e Corrente no mesmo sentido". I = corrente recebida V = tensão manifestada "Tensão e Corrente em sentidos contrários".

1

Circuito Convencional + E I + V I Sentido convencional da corrente

EXPERIÊNCIA DE OERSTED – CORRENTE PRODUZ FLUXO
I
agulha debussola

I
agulha de bussola

limalha de ferro

REGRA DA MÃO DIREITA – SENTIDOS DE CORRENTE E FLUXO

LINHAS DE FLUXO CORRENTE

Prof. Jaime Luiz Dilburt ANOTAÇÕES ADICIONAIS

+
limalha de ferro

E

+ -

E

-

I φ

I φ

ANOTAÇÕES DE CONVERSÃO I

2

PEÇAS POLARES NATURAIS (IMÃS)
PEÇA POLAR FACES POLARES N e S N S

LINHAS DE FLUXO

N

S

LINHAS DE FLUXO DEPEÇAS POLARES PRÓXIMAS ENTRE SI – FACES DE POLARIDADES OPOSTAS

N

S

S

N

S

N N

S

LINHAS DE FLUXO DE PEÇAS POLARES PRÓXIMAS ENTRE SI – FACES DE POLARIDADES NÃO OPOSTAS. (Notar o campo magnético uniforme – linhas de fluxo paralelas e eqüidistantes entre si)

N

S

N

S

S

N

S

N

Prof. Jaime Luiz Dilburt ANOTAÇÕES ADICIONAIS

ANOTAÇÕES DE CONVERSÃO I FLUXOMAGNÉTICO EM UM SOLENÓIDE RETO

3

φ

φ

nucleo de ferro

N I

S

S I

N

enrolamento de cobre

φ

φ

A inversão do sentido de corrente inverte o sentido do fluxo. Regra da Mão Direita – Enlaçando o enrolamento com a mão direita, os dedos indicam o sentido da corrente e o polegar indica o sentido do fluxo. SATURAÇÃO MAGNÉTICA E HISTERESE MAGNÉTICA – CURVA DE HISTERESE

φφ

φ
C B

φres.
I
PEÇA NUNCA MAGNETIZADA

φres.
I
PEÇA JÁ MAGNETIZADA

φres.

A

I
CURVA SIMPLIFICADA

LEGENDA DAS FIGURAS ACIMA Φ → FLUXO MAGNÉTICO Φres →MAGNETISMO RESIDUAL Ι → CORRENTE DE EXCITAÇÃO
AB → TRECHO LINEAR BC → TRECHO NÃO LINEAR

HISTERESE MAGNÉTICA →DIFERENÇA ENTRE AS CURVAS ASCENDENTE E DESCENDENTE SATURAÇÃO MAGNÉTICA→ PONTO C EM DIANTE

Prof. Jaime LuizDilburt ANOTAÇÕES ADICIONAIS

ANOTAÇÕES DE CONVERSÃO I

4

GALVANÔMETRO DE ZERO CENTRAL Instrumento habilitado para medir e indicar o sentido de corrente elétrica.

+ + -

I + + + -

I -

+

Circuito sem corrente

Circuitos com corrente – notar o sentido da corrente e o ponteiro do galvanômetro

LEI DE FARADAY-LENZ → LEI DA INDUÇÃO ELETROMAGNÉTICA FLUXO (VARIAÇÃO DE FLUXO)PRODUZ TENSÃO → e = −

dφ dt

φ

DESCRIÇÃO 1. face polar Norte; 2. linhas de fluxo originando-se na face polar N; 3. anel condutor, em um circuito fechado por um galvanômetro de zero central; 4. o anel vai movimentar-se de baixo para cima ou de cima pra baixo, mantendo-se paralelo à face polar N;

N

Prof. Jaime Luiz Dilburt ANOTAÇÕES ADICIONAIS

ANOTAÇÕES DE CONVERSÃO I

5

φinduzidoresultante φinduzido parcial



φindutor

DESCRIÇÃO 1. movimento do anel para baixo; 2. aumenta a quantidade de fluxo indutor enlaçada pelo anel → dф; 3. surge uma tensão induzida entre as extremidades do anel condutor → e = −
movimento do anel para baixo

corrente induzida

dφ ; dt

N

4. surge uma corrente induzida circulando pelo anel condutor e galvanômetro; 5. surge o fluxoinduzido parcial, produzido pela corrente circulante; 6. surge o fluxo induzido resultante, pela interação dos fluxos induzidos parciais ao longo do anel; restabelecendo o equilíbrio de fluxo enlaçado originalmente pelo anel condutor. DESCRIÇÃO 1. movimento do anel para cima; 2. diminui a quantidade de fluxo indutor enlaçada pelo anel → dф; 3. surge uma tensão induzida entre as extremidades doanel condutor → e = −

φinduzido resultante φinduzido parcial



φindutor

corrente induzida

movimento do anel para cima

dφ ; dt

N

4. surge uma corrente induzida circulando pelo anel condutor e galvanômetro; 5. surge o fluxo induzido parcial, produzido pela corrente circulante; 6. surge o fluxo induzido resultante, pela interação dos fluxos induzidos parciais ao longo do...
tracking img