Geologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2199 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Os Principais Sitios paleotológicos do Brasil

A maior parte dos fósseis do Estado Rio Grande do Sul é encontrada em camadas de rochas sedimentares da Bacia do Paraná principalmente nas unidades pertencentes aos períodos Permiano e Triássico, aflorantes na região geológica-geomorfológica conhecida como Depressão Periférica Sul-Riograndense. Esses fósseis foram pioneiramente descobertos naexpedição liderada por Sellow (1823-1827), que reconheceu, já nos primórdios do século dezenove, madeiras petrificadas e ossos de mamíferos na região de São Gabriel e Bagé. Sellow ainda foi o primeiro naturalista a descrever aspectos gerais da geologia de nosso Estado (apud Pinto e Closs, 1967).A segunda fase de descobertas foi provocada pela identificação de depósitos de carvão. Graças a NathanielPlant (1863-1865), foram descritos os primeiros restos de Glossopteris e Lepidodendron, resgatados em Jaguarão, Candiota e São Jerônimo. Esses fósseis foram, mais tarde,re-estudados por Zeiller (1895, 1898). Entre o final do século 19 e o início do século 20, muitos outros achados foram feitos e os fósseis estudados,quase que exclusivamente, por pesquisadores estrangeiros. A partir da década de1940, os estudos paleontológicos começam a ser realizados por pesquisadores brasileiros.

Sítios Paleobotânicos do Arenito Mata (Mata e São Pedro do Sul), RS.

As “florestas petrificadas” que afloram nas regiões de Mata e São Pedro do Sul compõem alguns dos mais importantes sítios paleobotânicos da América do Sul. Embora estas florestas petrificadas sejam conhecidas desde algumas décadas noRio Grande do Sul, somente no último decênio iniciaram-se tentativas de proteção e conservação deste patrimônio científicocultural. Estes gigantescos troncos mineralizados, que atingem até 30 metros de comprimento, são representantes de uma densa floresta formada prioritariamente por coníferas. As florestas petrificadas que afloram em diferentes sítios paleontológicos da porção central do Estadodo Rio Grande do Suli têm sido nas últimas décadas relacionadas a diferentes idades e a distintas unidades estratigráficas (Fm. Rosário do Sul (Gamermann, 1974), Fm. Sanga do Cabral (Andreis et al. 1980), Fm. Caturrita (Bortoluzzi, 1974) e Arenito
Mata (Faccini, 1989). Atualmente, estudos estratigráficos, tafonômicos e paleontológicos integrados têm vinculado diferentes associações de madeiraspetrificadas a distintas unidades estratigráficas, sendo as “florestas petrificadas” mais importantes e mais abundantes as relacionadas ao Arenito Mata. Se, por um lado, a ausência de continuidade nos trabalhos afetou o ritmo das atividades de preservação a nível institucional, as comunidades, com rara e sábia sensibilidade em relação à importância da preservação destas florestas petrificadas, asprotegem através da criação de centros comunitários, pequenos museus e a instituição de leis municipais. Paralelamente ao desenvolvimento desta conscientização preservacionista nas comunidades, ocorreu, também, o início da exploração destes recursos que muito se prestam como matéria-prima para objetos de decoração, vendidos a altos preços no mercado nacional e internacional. Embora estes sítiosestejam sob proteção constitucional, a exploração sistemática e abusiva destes testemunhos de vida no passado geológico levou rapidamente à quase exaustão das reservas superficiais, as quais encontram-se praticamente desprotegidas, pela impossibilidade real de policiamento pelos órgãos competentes.As ocorrências de fósseis vegetais no Mesozóico do Rio Grande do Sul estão concentradas na regiãocentral do Estado. Os fósseis ocorrem como caules silicificados de grande porte, normalmente rolados sobre sedimentos de diversas idades, que se distribuem amplamente numa faixa leste-oeste de 200 km, embora o mais expressivo registro ocorra nas regiões dos municípios de São Pedro do Sul e Mata (Bolzon & Guerra-Sommer, 1994). Ocorrem também inclusos em depósitos areno-pelíticos de unidades...
tracking img