Geografia tradicional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3130 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
GEOGRAFIA
ELABORAÇÃO DE TEXTO: TENDENCIAS, VERTENTES E ESCOLAS DA GEOGRAFIA TRADICIONAL



Atividade Descritiva; Elaboração explicativo sobre as tendências da geografia tradiconal, mostrar quem compôs em cada escola as vertentes/correntes de cada uma.Introdução
A geografia tradicional é uma corrente da geografia que abrange desde as formulações do geógrafo Friedrich Ratzel até meados do século XX. O elemento de identidade mais importante dos geógrafos dessa tendência era a concepção de que a geografia consiste numa ciência de síntese ou ciência de contato entre as disciplinas que estudama natureza e as da sociedade.

Geografia Tradicional
A definição da Geografia, como estudo da diferenciação de áreas, é uma outra proposta existente. Tal perspectiva traz uma visão comparativa para o universo da analise geográfica. Existem ainda autores que buscam definir a Geografia como estudo do espaço. Para estes, o espaço seria passível de uma abordagem especifica, a qual qualificaria aanálise geográfica. Tal concepção, na verdade minoritária e pouco desenvolvida pelos geógrafos, é bastante vaga e encerra aspectos problemáticos. Nesta concepção, o espaço, além de ser destituído de sua existência empírica, seria um dado de toda forma de conhecimento, não podendo qualificar a especificidade da Geografia. Finalmente, alguns autores definem a Geografia como o estudo das relações entre ohomem e o meio, ou, posto de outra forma, entre a sociedade e a natureza. Assim, a especificidade estaria no fato de buscar essa disciplina explicar o relacionamento entre os dois domínios da realidade. Seria, por excelência, uma disciplina de contato entre as ciências naturais e as humanas, ou sociais. Aparecem três visões distintas do objeto: alguns autores vão apreendê-lo como as influências danatureza sobre o desenvolvimento da humanidade. “Caberia à Geografia explicar as formas e os mecanismos pelos quais esta ação se manifesta.
Outros autores, mantendo a idéia da Geografia, como o estudo da relação entre o homem e a natureza, vão definir-lhe o objeto como a ação do homem na transformação deste meio. Assim caberia estudar como o homem se apropria dos recursos oferecidos pela naturezae os transforma, como resultado de sua ação.
Esta geografia se sustentar em conceitos naturais, e é uma ciência descritiva, de observação dos elementos naturais, calcada nos pressupostos de seus precursores Humboldt e Ritter.
Em outras palavras a Geografia nesse primeiro momento tinha o seu objeto definido em três visões distintas, e todas as indagações sobre estes objetos e sua explicação viriaprincipalmente da abordagem do campo natural, o que dará precedente ao desenvolvimento metodológico seguinte, dessa forma de pensamento geográfico, mais conhecida como positivismo Geográfico. Que vai ser trabalhado dentro da perspectiva tradicional da Geografia.
É nesta concepção filosófica e metodológica que os geógrafos vão buscar suas orientações gerais (as que não dizem respeitoespecificamente a Geografia). Os postulados do positivismo (aqui entendido como o conjunto das correntes não-dialeticas) vão ser o patamar sobre o qual se ergue o pensamento geográfico tradicional, dando-lhe unidade.
Outra manifestação da filiação positivista, também traduzida numa máxima geográfica, é a idéia da existência de um único método de interpretação comum a todas as ciências, isto é, anão-aceitaçao da diferença de qualidade entre o domínio das ciências humanas e o das ciências naturais. Tal método seria originário dos estudos da natureza, as ciências mais desenvolvidas, pelas quais outras se deveriam orientar. Esta concepção, que incide na mais grave naturalização dos fenômenos humanos, se expressa na onipresente afirmação: “A Geografia é uma ciência de contato entre o domínio da...
tracking img