Gato sphynx/gato egipcio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1200 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Sphynx

Origem e História da raça:

O Sphynx, não e fruto de manipulações genéticas. O gene responsável pela sua nudez é a « alopécia hereditaria » e é recessivo.
No ano de 1966 em Ontário no Canada, uma gata numa quinta, deu a luz em uma ninhada um gato totalmente nu. Na ninhada seguinte voltou a acontecer o mesmo, então estes gatos deram origem a uma nova raça que começaram a ser chamados"Moon's Cats" (Gatos da Lua), em seguida de "Canadian naked" ou Canadense Nu e finalmente como nome que tem actualmente SPHYNX:
Muitas criações por todo o mundo começam a trabalhar na nova raça para tentar fixar os caracteres e fazem cruzamentos sucessivos com outras raças (Devon-Rex, Cornish-Rex e Americano de pelo curto).
Os cruzamentos com Devon-Rex foram entretanto abandonados devido a umadoença genética mortal chamada «Spaticity».
Em 1970, a Cat Fanciers' Association (CFA) concedeu um estatuto provisório de raça ao Canadense nu mas, no ano seguinte esse reconhecimento foi retirado devido a problemas de saúde e dificuldades na criação. Nessa altura acreditava-se que o gene associado à falta de pêlo era letal, no entanto essa linha de sphynx acabou por desaparecer.
O Sphynx como oconhecemos hoje em dia nasceu em 1975, quando os agricultores Milt e Ethelyn Pearson descobriram um gatinho sem pêlo numa ninhada de Jezabelle, a sua gata, que tinha um "casaco" absolutamente normal. Este gatinho, curiosamente chamado Epidermis (epiderme) juntou-se a outro gatinho sem pêlo chamado Dermis (derme). Os dois foram vendidos a uma criadora do Oregon, Kim Mueske, que os usou para fazernascer a nova raça. No Minnesota, Georgina Gattenby também trabalhou a linha dos Pearson, usando gatos vermelhos para fortalecer a mistura de genes. Esta linha mostrou-se ser muito saudável. O nome sphynx (esfinge) foi escolhido pela semelhança com a grande esfinge de Gizé, Egito.
Em 1978, a criadora canadiana Shirley Smith ficou com um gatinho sem pêlo chamado Bambi, que neutralizou e mantevecomo animal de companhia. A mãe de Bambi deu à luz mais dois gatinhos sem pêlo que foram enviados, em 1983, a um holandês. O doutor Hernandez criou os dois gatinhos, Punkie e Paloma, e juntou-os a um Devon Rex. A sua descendência, em conjunto com os descendentes dos gatos dos Pearson, foram a fundação da raça sphynx. Os criadores entretanto descobriram que, embora o gene «sem pêlo» fosse recessivopara com o gene do pêlo curto, mostrava-se dominante perante o gene do pêlo dos Devon Rex, o que fez aumentar o número de membros da nova raça.
Em Fevereiro de 1998, o registo do sphynx foi aceite pela CFA. o que potenciou o desenvolvimento da raça. Em 2000, 120 sphynx estavam inscritos na associação, o que lhe garantia o 33º lugar em 40 raças reconhecidas.


Aparência:
Quem os vê pela primeiravez chega a assustar, pois o padrão de felinos (gatinhos) que as pessoas tem não condiz com o visual que os Sphynx apresentam, o Spynx é um gato de corpo musculado de aparência fina mas de ossatura forte.
Cabeça – Angulosa de forma triangular com a fronte plana e com rugas, maçãs do rosto bem salientes.
Nariz – Largo, curto e com stop bem definido ( o nariz direito é penalizado nesta raça ).Olhos – Grandes em forma de limão, um pouco oblíquos, bem espaçados, e com um olhar muito expressivo.
Todas as cores são admitidas.
Orelhas – Grandes, quanto maiores melhor, bem afastadas e largas na base, com os bordos arredondados.
Patas - Devem ser longas, finas e musculosas, com os pés ovais de dedos longos, com almofadas bem espessas.
Pele – O mais nua possível, com uma textura que lembraa camurça ou a pele do pêssego, quente ao toque e muito agradável de acariciar, deve conservar rugas no pescoço, peito e patas.
Só são admitidos pelos na base das orelhas, nariz, ponta da cauda e testículos. (A falta de rugas também é penalizada em exposições.) Todas as cores e padrões são admitidos.
Ventre – Cheio e redondo, como depois de uma refeição farta.
Cauda – Longa e afilada....
tracking img