Gases liquefeitos de petroleo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3269 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O gás de cozinha é combustível formado pela mistura de hidrocarbonetos com três ou quatro átomos de carbono ( propano 50% e butano 50% ) extraídos do petróleo, podendo apresentar-se em mistura entre si e com pequenas frações de outros hidrocarbonetos. Ele tem a característica de ficar sempre em estado liquido quando submetido a uma certa pressão, sendo por isto chamado de gás liqüefeito depetróleo (GLP).
1. De fácil combustão, o GLP é inodoro mas, por motivo de segurança, uma substância do grupo MERCAPTAN é adicionada ainda nas refinarias. Ela produz o cheiro característico percebido quando há algum vazamento de gás. O GLP não é corrosivo, poluente e nem tóxico, mas se inalado em grande quantidade produz efeito anestésico
2.3- GÁS NATURAL
Gás inflamável e combustível, mais leve que oar, composto principalmente de metano com uma quantidade menor de etano, propano e butano, tem os mesmos usos do GLP. Possui risco de explosão por combustão e incêndio quando escapa para o ambiente. Ap6s vários testes constatou-se que os vazamentos de gás natural não estão expostos a explosões a céu aberto.
Extração de GLP
O GLP é um dos muitos derivados do petróleo. Por ser o mais leve deles, éo último produto comercial resultante da cadeia de extração. Antes dele são produzidos os óleos combustíveis, a gasolina, o querosene, o diesel, a nafta e, finalmente, o gás liquefeito de petróleo. Depois de produzido, o GLP é mandado para as companhias de gás por caminhões e gasodutos. Nelas, o GLP é engarrafado nas diversas embalagens, sendo a de 13 quilos a mais famosa, e segue para o consumofinal. Para a indústria, o GLP é vendido a granel.
Veja abaixo como é a produção do GLP na cadeia de extração:
Este esquema de produção é o mais flexível e moderno de todos por incorporar o processo de hidrotratamento de frações médias geradas no coqueamento, possibilitando o aumento da oferta de óleo diesel de boa qualidade. Ele permite um maior equilíbrio na oferta de gasolina e de óleo dieselde uma refinaria, pois desloca parte da carga que ia do coqueamento para o FCC (processo marcantemente produtor de gasolina) e a envia para o hidrotratamento, gerando, então, mais óleo diesel e menos gasolina do que as configurações anteriores.
2.4- FAIXA DE EXPLOSIVIDADE OU INFLAMABILIDADE
É a faixa de valores de concentração dos gases entre os limites de inflamabilidade inferior e superiorexpressado em porcentagem de volume de um vapor ou gás na atmosfera ambiente, onde acima ou abaixo dos limites a propagação não ocorre.
2.5- COMBUSTÃO
É um processo rápido, de oxidação exotérmica acompanhado de uma produção
continua de calor e normalmente de luz (chamas).
2.6- TEMPERATURA DE EBULIÇÃO
É a temperatura em que um líquido se converte rapidamente em vapor, normalmente se considera apressão de uma atmosfera. No caso do GLP é de - 30°C.
2.7- TEMPERATURA DE COMBUSTÃO (FIRE POINT)
É a temperatura mínima requerida para iniciar uma combustão auto sustentada de um material ou composto. É a temperatura a qual um combustível entra em ignição e a chama se auto propaga.
2.8- TEMPERATURA DE IGNIÇÃO
É a temperatura mínima a qual um gás inflamável ou uma mistura entram em ignição semuma faísca ou chama. A temperatura de auto-ignição também pode modificar-se com a presença de substâncias catalíticas.
2.9- TEMPERATURA CRÍTICA
É a temperatura acima da qual não é possível condensar-se em vapor, por maior que seja a pressão nela aplicada.
2.10- DENSIDADE DE VAPOR
É a densidade relativa de um vapor comparada com o ar. Um valor menor que um indica que o vapor é mais leve que oar. Uma densidade superior a um indica um vapor que é mais pesado que o ar. O GLP no estado gasoso é mais pesado que o ar e no estado liquido é mais leve que a água.
2.11- VENTILACÃO
Técnica para substituir uma atmosfera saturada de GLP por outra com concentração abaixo do limite de inflamabilidade evitando assim o risco de explosão e permitindo o acesso das linhas a posições efetivas para a...
tracking img