Gabriel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (285 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de agosto de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
 Revolta de Nika aconteceu no ano de 532 no Hipódromo de Constantinopla durando cerca de uma semana até que fosse contida pelo Imperador Justiniano I. Ela eclodiu porque houveuma dúvida sobre qual dos cavalos vencera a corrida, "Nika" era o cavalo pelo qual a população torcia, e que chegara quase que empatado com outro concorrente, o do time doImperador. Consultado para resolver o dilema, Justiniano declarou que o vencedor era o seu cavalo. A plebe, enfurecida, se rebelou e começou uma discussão entre as várias classessociais.
A revolta, de fato, não se deu simplesmente por causa do resultado de uma corrida de cavalos, mas sim por uma série de motivos que já estavam acontecendo há muitos anos eincomodavam a população. A fome, a falta de moradia e, sobre tudo, os altos impostos eram os maiores motivos de revolta da população.
A população queria uma diminuição dosaltos impostos cobrados. Aos gritos de "Nika!" (quer dizer "Vitória"), os rebeldes massacraram a guarda real e dominaram quase toda a cidade, proclamando um novo imperador. Comodescreve Auguste Bailly, a populaça atacou os edifícios que por sua majestade ou riqueza lhe pareciam simbolizar a ordem social que queria abater. Assim foi incendiada quasetotalmente a Basílica de Santa Sofia, e o Palácio Imperial sofreu grandes devastações. Diante da gravidade da situação, Justiniano ameaçou deixar o trono, mas foi aconselhado por suamulher Teodora. Diante disso, Justiniano decidiu reagir e encarregou o general Belisário de cercar o hipódromo e aniquilar os revoltosos. A revolta foi rapidamente reprimidapelo general, que, ao lado de seu exército, degolou cerca de trinta mil pessoas. Com a oposição controlada, Justiniano pôde, a partir de então, reinar como um autocrata.
tracking img