Fundamentos da contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4145 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

De forma específica, busca-se uma reflexão histórico-crítica sobre o “Status Quo” da Contabilidade, tanto no âmbito nacional, quanto no internacional. Tendo em vista que alguns reguladores e normatizadores consideram aceitar como base conceitual quase que única acabada e profunda da teoria contábil o conjunto de princípios fundamentais, esses sejam extremamente importantes paranortear as normas que suportam a prática contábil.
De certa forma, é no mínimo estranho constatar que alguns reguladores e normatizadores aceitem como base conceitual quase única, acabada e profunda da Teoria Contábil, o conjunto de “princípios fundamentais” (na terminologia do Conselho Federal de Contabilidade - CFC), embora ele seja extremamente importante para nortear as normas que suportam aprática contábil. É evidente que a Teoria Contábil vai muito além dos “princípios” e envolve o tratamento de ativos, passivos, patrimônio líquido, intangíveis, qualidades da informação contábil e forma e conteúdo das demonstrações contábeis, além do estudo das várias abordagens teóricas e das novas tendências de teorias positiva, institucional e sociológica. Um vasto campo, então. Os “princípiosfundamentais”, todavia, são reconhecidamente emblemáticos e o seu estudo é essencial.

Diga-se, na verdade, que principalmente no início de sua evolução, tal conjunto de
princípios pouco mais era do que um inventário de práticas contábeis promovidas por
grandes empresas e grupos empresariais e apoiadas por auditores independentes.
Um aspecto muito interessante da questão é que o estudo dosprincípios é uma
tradição puramente anglo-saxônica. Os autores europeus de Teoria Contábil nunca se
preocuparam em demasia com esse assunto, ou não se preocuparam absolutamente. As bases conceituais que eles, principalmente os italianos e alemães, debatiam eram outras,
dependendo da “escola” de pensamento em moda a cada época. A discussão versava mais sobre a teoria das contas ou, nos casos maisavançados, na delimitação da função contábil, num campo mais amplo que seria a economia aziendal (economia empresarial).
No desenvolvimento do trabalho, foram abordados assuntos relacionados à evolução Histórica da Contabilidade, Objetivos, Utilização da Informação Contábil, Introdução aos Relatórios Contábeis, bem como referências aos Princípios Fundamentais de Contabilidade e os princípiosFundamentais segundo o CFC e o CPC.
Este trabalho, em forma de ensaio, livre de considerações formais, se deterá sobre
os argumentos, conceitos básicos, fundamentos e outras considerações que facilitem o
entendimento da estrutura teórica da Contabilidade.
Espera-se que este estudo, embora sucinto, agrade os estudantes de Teoria da
Contabilidade em todos seus níveis, desde apreciadores da teoria eprofissionais que
gostam de ir além da superfície de seus problemas contábeis a reguladores contábeis.
Todavia, o assunto requer um aprofundamento posterior. Neste artigo, lançam-se
apenas as primeiras considerações de caráter exploratório e limitações óbvias. Inclusive,
numa reflexão posterior, outras raízes poderão ser identificadas e, se o assunto provocar
discussão e análise, o trabalho deveráser ampliado na perspectiva, até, de se editar um
livro, futuramente.
As raízes que timidamente se criam, apenas servem para um melhor entendimento
o conjunto dos princípios fundamentais da Contabilidade.
A Evolução histórica da Contabilidade
SUA ORIGEM

A Contabilidade está ligada a necessidade de registros de comércio que vêm desde muitos anos atrás, possibilitando ao homem saber quantotinha, o quanto poderia render e qual a forma mais simples de aumentar as suas seus bens.
Sua origem é através da atividade de troca e venda dos comerciantes que requeria o acompanhamento das variações de seus bens quando cada transação era efetuada. À medida que o homem começava a possuir maiores quantidades de valores preocupa-lhe saber quanto poderia render; tais informações não eram de...
tracking img