Funcionalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2316 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade do Minho |
Instituto de Ciências Sociais |
Licenciatura em Sociologia |
Métodos e Técnicas de Investigação Social I |












Estudantes e os hábitos de leitura













Discentes:

61506 Ivone Martins Costa

49748 José Pedro Delgado

61512 Paula Freire

61491 Sofia Grilo Faria







Introdução

A unidadecurricular de Métodos e Técnicas de Investigação Social I visa desenvolver as competências para a metodologia quantitativa, assim, foi proposto aos alunos que criassem um subtema para o tema “as práticas e consumos culturais dos jovens”. Concluindo este trabalho com a elaboração de um questionário.
Desta forma, o grupo decidiu que, relativamente ao tema dado pela docente, os hábitos de leituraseria o subtema mais aliciante. Uma vez que como jovens universitários que somos e sendo esta a nossa população alvo, o grupo achou interessante poder analisar se este hábito é apenas devido às necessidades académicas ou, se existe efectivamente um gosto pela leitura e se este tem influencia não só dos pais mas também se é condicionado, ou não pelos seus níveis de vida.
Consoante a pesquisarealizada deparámo-nos com um excerto que melhor representa a escolha do nosso tema: “leitura é fonte de conhecimento, que nela desenvolvemos e afirmamos o gosto estético, que através dela aprendemos a melhor nos exprimirmos, que por ela criamos imagens do mundo com implicações directas no que somos e na imagem que de nós damos aos outros e que para nós próprios fazemos” (Lages, Liz, António, &Correia, PLANO NACIONAL DE LEITURA, 2007)
Depois de algumas leituras, o grupo decidiu que o se objectivo para esta investigação seria perceber se existe, ou não, uma relação entre o perfil social dos jovens e os seus hábitos de leitura. Assim, começamos pela seguinte questão de partida: “Qual a relação entre o perfil social dos jovens e os seus hábitos de leitura?”. Com esta pergunta departida, o grupo pretende não só saber se os jovens universitários efectivamente lêem mas, se fora do campo académico também têm interesse nesta actividade. Assim como, se esse gosto é condicionado, ou não, pelos seus perfis sociais.
Inicialmente, o grupo demonstrou-se demasiado ambicioso, uma vez que pretendia analisar uma vasta quantidade de variáveis. Porém, com ajuda dos docentes e com opróprio método/decorrer do trabalho, conseguimos canalizar a nossa atenção apenas para a vertente social, cultural e económica, dado que ao analisarmos uma imensidão de vertentes o estudo não seria possível devido ao tempo que temos disponível para realização o mesmo.

Posto isto, o nosso relatório encontra-se estruturado em duas partes: a primeira diz respeito à definição da problemática, àapresentação das principais conclusões retiradas da bibliografia disponível e à definição da metodologia a utilizar; enquanto que a segunda parte diz respeito à análise, interpretação e conclusões retiradas do questionário realizado aplicado.







Problemática Teórica

Como já foi referido anteriormente os objectivos do grupo são essencialmente focados na identificação doshábitos de leitura e nos parâmetros relacionados com os seus perfis sociais que, englobam as vertentes económicas, sociais e culturais.

Após a definição dos objectivos e no seguimento deste relatório, foi redigida a operacionalização de conceitos em que o perfil social e os jovens foram aqueles que mereceram a nossa maior atenção.

Relativamente ao conceito de perfil social,identificamos várias dimensões. A económica, a profissional e a cultural. Na dimensão económica, achamos pertinente focarmo-nos em indicadores como a classe social a que pertencem e as posses económicas dos pais, de maneira a poder relacionar estas com os hábitos de leitura dos seus filhos (estudantes universitários). A situação financeira dos próprios inquiridos foi alvo da nossa atenção uma vez que os...
tracking img