Fuga para o egito capiteis

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1465 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fuga para o Egito
Capiteis

Duque de Caxias
Março, 2012
1.1 A Fuga para o Egito é um evento descrito no Evangelho de Mateus, no qual José foge para o Egito com sua esposa Maria e seu filho recém-nascido Jesus, quando havia sido anunciado que o rei Heródes planejava matar todos os recém-nascidos da região. O episódio é um tema frequente na arte cristã e é considerado o episódio finalda Natividade. Além disso, é componente frequente nos ciclos artísticos da Vida da Virgem e também da Vida de Cristo.

1.2 Os capitéis são as partes superiores das colunas gregas ou românicas, podendo ser divididos em três ordens: a ordem dórica, ordem jônica e ordem coríntia.

* A Arte empregada em Capitéis

* Um exemplo da arte inserida nos capitéis, está nas 8 colunas queconstituem o portal da Catedral de Notre-Dame du Bourg, em Rabastens, França. Os capitéis retratam cenas da vida de Cristo

* Do outro lado da entrada: a Apresentação no Templo 
e o massacre dos inocentes, Herodes, o centro, os soldados que matam, apesar dos apelos de mães.

* A Natividade: a Virgem deitada, José, pastores e suas ovelhas, uma caverna estilizada, o boi e o jumento 
AAdoração dos Magos

* As oito colunas e os oito capitéis se encaixam com pouca precisão em toda a decoração do portal, para não assumir uma reutilização de um edifício românico.

Ordem Arquitetônica

* Estas normas de composição foram desenvolvidas na Grécia e atingiram a maturidade no Período Clássico a partir do século V a.C. dando lugar à criação de trêsordens: o Dórico, o Jônico e o Coríntio. A partir do século I a.C. foram reutilizadas e adaptadas no Império Romano dando lugar a outras duas ordens: o Toscano (versão simplificada do Dórico) e o Compósito (combinação entre Jônico e Coríntio).

1.3 A arquitetura clássica grega influenciou toda a arquitetura ocidental através dos séculos, pelo seu valor intrínseco e pela disseminação feita pelosromanos, seus grandes discípulos, em todas as províncias de seu império. Uma das características eram as colunas serem compostas por segmentos, chamados tambores, mas eventualmente podiam ser monolíticas. Como são bastante evidentes, as características formais e estéticas da arquitetura grega são identificadas por três ordens distintas, a dórica, a jônica e a coríntia.Tipos de Ordem

* Ordem Dórica

* A ordem dórica é a mais antiga, supostamente definida em suas características principais entre 600 e 550 a.C. O termo "dórico" é relativo aos dórios, povo que ocupou a Grécia Peninsular, a partir de 1.200 a.C., onde se originou esta ordem.

* A ordem dórica é a mais antiga, supostamente definida em suas características principais entre 600 e 550a.C..(na foto o templo de Partenon). O termo "dórico" é relativo aos dórios, povo que ocupou a Grécia Peninsular, a partir de 1.200 a.C., onde se originou esta ordem. A fachada de um templo dórico era dividida em três etapas fundamentais: a plataforma ou envasamento, as colunas e o entablamento. A plataforma era escalonada em degraus, o estereóbato (a infra-estrutura) e o estilóbato (piso onde nascemas colunas). As colunas eram divididas em: fuste, volume cilíndrico estriado (caneluras), assentado diretamente sobre a plataforma, com altura máxima equivalente a cinco vezes e meia o diâmetro, e capitel, a cabeça da coluna, formada pelo équino, também conhecido como coxim, e por uma peça quadrada que recebia a carga superior, o ábaco. O entablamento, por sua vez, era constituído por três partes:a arquitrave, viga monolítica de pedra que ligava uma coluna à outra e distribuía as cargas da cobertura pelas colunas; o friso, faixa decorativa formada por tríglifos e métopas; e cornija, que configurava a cobertura propriamente dita, formada por triângulos, os chamados frontões, nas fachadas principal e posterior, e por faixas horizontais salientes nas fachadas laterais do templo.

*...
tracking img