Fluxograma

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2219 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
REDE DE ENSINO GENOMA
Técnico em Segurança no Trabalho

Fluxograma conceito de crescimento para uma organização






Lucas Porto

Betim
2011

Lucas Porto

Fluxograma conceito de crescimento para umaorganização

Trabalho de conclusão de curso apresentado ao Colégio Técnico Genoma para obtenção do título de Técnico em Segurança no Trabalho.

Orientadora:



Betim
2011
Lucas Porto

Um controle hierárquico para uma organização em crescimento



Trabalho de conclusão de curso apresentado ao Colégio Técnico Genoma para obtenção do título de Técnico em Segurança no Trabalho_____________________________________________________
Maria Silva dos Santos (Orientadora) – Colégio Técnico Genoma



_____________________________________________________
José Noronha - USP



_____________________________________________________
Olinda Pereira – UFMG

Betim, 14 de setembro de 20111. Apresentação
apresentamos as considerações e esclarecimentos iniciais, para a implantação dos procedimentos de controle orçamentário a partir do exercício de 2012


2. Controle Orçamentário

A primeira fase para implementação do Controle Orçamentário começa com a Elaboração daProposta Orçamentária, ocasião em que as atividades de diagnóstico, programação, projeto e estimativa de custos devem ser planejadas de modo a satisfazer as necessidades do Conselho para o próximo exercício.

Somente após a homologação do Orçamento pelo CFC é que os Conselhos Regionais e Federais estão aptos à execução de seu orçamento.

Nenhuma despesa poderá ser realizada sem a existênciade crédito que a comporte, nem quando imputada em dotação imprópria, vedada expressamente qualquer atribuição de fornecimento ou prestação de serviços cujo custo exceda os limites previamente fixados na Resolução que aprovou o orçamento do Conselho e suas alterações.

Quando houver redução ou cancelamento, no exercício financeiro, de compromisso que caracterizou o empenho, haverá anulaçãoparcial ou total do empenho, revertendo a importância correspondente à respectiva dotação.
2.1 Empenho

É o ato da autoridade competente ou, por delegação de competência, dos vice-presidentes, do diretor executivo e/ou de outro designado para tal, que cria para o Conselho a obrigação do pagamento dentro do limite dos créditos concedidos no orçamento para cada despesa.


É prévio, ouseja, precede a realização da despesa e está restrito ao limite do crédito orçamentário; conseqüentemente, é vedada a realização de despesa sem prévio empenho. A emissão do empenho deduz o seu valor da dotação orçamentária, tornando a quantia empenhada indisponível para nova aplicação.

Os empenhos são classificados em
a) Ordinário ou Normal: utilizado pelo ordenador da despesa quando o valordo empenho é igual ao da compra ou do serviço, e a liquidação e os pagamentos devem ser efetuados em uma única vez.

Refere-se a um determinado fornecimento de material, à prestação de serviço ou à execução de obra. Não há parcelamento na liquidação da obrigação, nem descontos, nem acréscimos. São perfeitamente definidos o valor e o credor. Como exemplos citamos:

* Aquisição demateriais;
* Manutenção de veículos, etc.

b) Estimativa: quando a obrigação financeira assumida pela entidade ainda não tem o seu valor líquido e certo, o qual é determinado no momento da liquidação. O valor total da despesa é estimado, podendo ser liquidado e pago em parcelas mensais. Como exemplos citaram:

* Pessoal e seus encargos;
* Obras por medição;
*...
tracking img