Fisioterapia e o idoso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (956 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A Fisioterapia Preventiva reúne um conjunto de exercícios físicos e respiratórios que ajudam controlar sintomas como insônia, ansiedade, depressão, dores articulares e musculares que podem causar umasimples irritação até piores consequências.
Possibilita também, maior flexibilidade do corpo, coordenação, concentração, melhoria de postura, relaxamento muscular, diminuição de tensão, além detrabalhar com a melhoria da auto-estima. Esse tipo de Fisioterapia é dividida em 3 etapas:
* alongamento e fortalecimento
* relaxamento
* exercícios respiratórios
Sabe-se que o processo deenvelhecimento determina uma maior probabilidade de desequilibro entre as condições de saúde e doença, aumentando a vulnerabilidade físico-funcional e a fragilidade (isso conhecido como “perdas emcascata” que agravam progressivamente o estado de saúde do idoso, levando a um colapso de funções até a morte).
A prevenção de doenças e deficiências, tanto de ordem física quanto pisíquica é conseguidaatravéz da pratica de atividades físicas, quando algumas modificações atribuídas ao processo de envelhecimento podem ser retardadas, também reduzindo e/ou eliminando os fatores de risco. Dentro dessaperspectiva, entre os objetivos da fisioterapia geriátrica estão:
• Preservar função motora
• Promover adiantamento de instalação de incapacidades decorrentes do processo de envelhecimento.
•Tratamento das alterações e dos sintomas provenientes de doenças crônico-degenerativas e agudas, bem como suas possibilidades físicas e psicológicas.
• Cinésioterapia profilática: com exercícios físicoglobais e especializados, aplicados individualmente ou em grupo, visando a função da funcionalidade do idoso;
• Medidas de educação pa-ra a saúde: através de palestras e orientações preventivas parasuas atividades de vida diária;
• Análise de orientações posturais: para minimização ou correção de fatores de risco de doenças específicas;
• Análise ergonômica do ambiente onde vive o idoso: para a...
tracking img